Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Nacional] Elos, Asas de vidro - Isie Fernandes

Olá queridos clubenautas!

Volteiiii, e agora vim trazer (finalmente) a primeira resenha (de muitas) da nossa parceira Editora Coerência, o Livro é "Elos - Asas de Vidro" O livro 1 da autora Isie Fernandes.
Uma coisa que vou começar dizendo é que, não sou acostumada a ler sinopses, não me julguem, é que um livro pra mim se assemelha a um amigo, eu não saio conhecendo as pessoas apenas quando sei um resumo de sua vida ou conheço os seus pais, certo? Senão perderia oportunidade de conhecer pessoas incríveis e maravilhosas, e claro que também algumas decepções...
Então, é isso, quando pego um livro eu geralmente não leio sinopse, não procuro por autor conhecido e abro inteiramente meu coração para amar ou deixar ir... Rsrsrs!
Ta vou parar de suspense e falar logo né, será que gostei?

Antes vamos dar uma olhadinha na sinopse?! (Eu não li, hein rsrsrsr)



Asas de vidro – Elos

Autor: Isie Fernandes

Edição: 1ª

Ano: 2016

Gênero: Romance-Ficção

Páginas: 270 

Sinopse: Elaine é uma mulher sóbria e bem-sucedida que vive uma vida dupla. O pai dela foi um dos cientistas que participaram de um projeto biológico secreto do qual se originou uma mutação humana. Anos depois, ela foi inserida nos testes e gerou três bebês descendentes dessa mutação. Dois deles desapareceram ainda na infância, restando-lhe apenas Benjamin.
Amélia, mais conhecida como Amel, é uma garota cheia de energia que, paradoxalmente, vive na pacata vila de Cacha Pregos. Certo dia, ela vai com Igor, seu melhor amigo, ao lançamento de um livro e, sem motivos aparentes, é convidada para trabalhar na livraria.
Envolvida na rotina do trabalho, Amel conhece Benjamin, um rapaz misterioso e, assim como os demais funcionários e clientes assíduos da livraria, compulsivo por livros. Logo os dois se tornam amigos e ela começa a notar as singularidades do seu comportamento.
Mistérios, segredos e intensos conflitos tornarão os relacionamentos entre os personagens dessa história como Asas de Vidro: transparentes e brilhantes, mas frágeis.

Skoob




Isie Fernades

Isie Fernandes sempre gostou de ler. Escreve desde a infância, mas só passou a se assumir como escritora em meados de 2009. Atualmente tem quatro romances concluídos e dois em andamento. Estudante de Gastronomia na Universidade Federal da Bahia e graduada pela Centro de Treinamento Bíblico Rhema Brasil, adora morar perto da praia, ama Jesus Cristo, é casada e tem uma filha linda




Resenha

O livro começa com a amizade de Amélia e Igor, eles são moradores da vila de Cacha Pregos, Igor é um cara muito legal e é super apaixonado por Amel, como é conhecida a jovem. Amélia é uma linda jovem e também se sente atraída, porém ela tem medo de misturar amizade e relacionamento e estragar tudo com isso, vamos entender um pouco mais a sua atitude lá pela metade do livro. Um dia Igor convida a jovem para ir à um lançamento de um autor em uma livraria grande de uma cidade próxima.

Amel fica encantada com livraria, e para para se olhar em um espelho que ela não sabe ser duplo, por trás do espelho, um jovem enigmático e diferente a observa. Esse jovem é Benjamin filho da dona da livraria, então ele pede para que sua mãe contrate a jovem. Mas as atitudes de Elaine com relação a jovem passam a ser completamente suspeitas no decorrer da história..

Elaine é uma mulher bonita de meia idade muito misteriosa, ela há muitos anos foi submetida a experiências e gerou três filhos gêmeos, dentre os quais Benjamin, os outros dois, um menino e uma menina que desapareceram ainda na infância. Agora ela super protege seu filho à tal ponto que apesar dele trabalhar como blogueiro para livraria jamais ninguém ali o conheceu, mas seria apenas super proteção, ou teria muito mais por trás dessa reclusão do jovem?

Mas toda rotina muda com a chegada de Amel à livraria, Benjamin ou Ben é cada vez mais visto fora de seu mundinho e passa a convidar a garota todos os dias para comer no horário de lanche, o rapaz  lindo e estranho vai se mostrando cada vez mais interessante e Amel cada dia mais envolvida...
Porém, nada meus caros amigos, nada é o que parece nessa história, Benjamin é diferente e seus segredos são seus maiores desafios e temores.
Uma experiência antiga em busca de perfeição, um jogo de ambição onde vários destinos são ligados.

Uma história de mentiras, segredos, dúvidas, amor e rivalidade.  Que vai fazer você devorar cada página loucamente em busca de respostas, e quando chegar ao final do livro vai te deixar de queixo caído e com coração apertado à espera pela continuação.


Minha opinião

Como disse lá em cima, não li a sinopse então fui às escuras e... Adorei a surpresa! A leitura fluiu muito bem, a autora soube conduzir a trama mesclando os pontos de vista, ora de Amel, ora de Benjamin, e às vezes outros personagens vinham com seu ponto de vista dar um 360 graus na história dando uma abrangência perfeita. Então ficamos por dentro totalmente como se fôssemos um vizinho ou amigo de Amel e habitante da vila de Cacha Prego.

Querem ver uma coisa que adorei no livro? A autora ambientou a história em uma pequena vila nacional e inclusive dá pra perceber que não foi posta levianamente, ela pesquisou à ponto que realmente saímos um pouco mais conhecedores do local. Bem eu digo isso porque existe tanto lugar lindo e legal aqui no Brasil e são poucos os autores que usam eles em suas histórias, uma pena, pois transmite uma sensação de conforto e familiaridade aos leitores.

Continuando, a trama foi muito bem conduzida, os fios aos poucos foram se ligando e foi realmente inovador o mote que a autora usou que não posso falar sem dar spoiler!
Os personagens são bem construídos e senti como se realmente pudesse vê-los ao ler a história. Teve uma coisinha que reparei foi a semelhança do triângulo de crepúsculo com o de Elos, mas aqui não temos vampiros e nem lobisomens, só na parte da relação de amor e amizade e rixa entre os dois mocinhos pela mocinha... Benjamin e Igor são rivais por amar a mesma mulher, e ela terá que decidir entre ambos.

Ah, mas aqui nossa mocinha nada tem de Bela, na verdade ela é bem astuciosa e provocante, nada certinha, ela é cheia de personalidade e também com muitas dúvidas. Vamos entender no decorrer da história o porquê das borboletas presentes na diagramação e capa e o nome do livro.

A revisão está muito boa, não encontrei erros que incomodassem minha leitura, a capa é belíssima.  #paracegover temos um fundo claro parte de cima o olhar de um homem caucasiano com um olho verde e outro azul (que é uma caraterística muito marcante de um dos personagens), uma praia abaixo e acima da praia como que caindo uma mulher com asas transparentes de borboleta vestida com um vestido negro. Está totalmente condizente com a história é muito linda visualmente.
A diagramação está linda demais à cada novo capítulo uma página antecede com uma borboleta e onde está escrito número do capítulo também, as letras estão em tamanho confortável para a leitura, papel pólen que não cansa os olhos.

Em resumo é uma obra que indico para todos que gostem de um bom romance, com fantasia e uma pitada de ficção científica, a leitura é leve, rápida e muito agradável!

Super recomendo!


FANPAGE COERÊNCIA - SITE - INSTAGRAM


Espero que tenham curtido a resenha. Quem já leu ou ficou com vontade de ler comente, opine nos comentários. 
Sua participação aqui no blog nos faz muito felizes.

E volte sempre, a casa é de vocês!!


9 comentários:

  1. Sério que vc não lê sinopses? Eu não consigo não ler.. Rsrs Mas adorei a explicação. O livro parece ser maravilhoso mesmo e a capa é LINDA! Adorei!
    Beijão. <3

    ResponderExcluir
  2. Oi, Giu
    Tambem não leio a sinopse, amo ser surpreendida hehehe
    Muito bom quando isso acontece, vamos descobrindo cada pedacinho da história e ficamos apaixonada por tudo. Fico feliz que isso tudo aconteceu com vc e soube aproveitar bem a história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu ainda não conhecia o livro mas, ao contrário de você, não curti a capa, achei bem estranha mas como você diz que está condizente com a história, já não falo nada, só que se fosse ler pela capa, não leria. Então, a história me pareceu interessante em alguns momentos mas no geral não me atrai pela leitura.

    ResponderExcluir
  4. Olá... não conhecia o livro, mas já me encantei por ele... eu tenho um ritmo meio doido antes de ler livro... eu o pego e leio a sinopse atras, na orelha e somente depois começo a leitura, fora que cheiro o livro e abraço ele... coisa de doido não!
    Bom eu gostei muito de sua resenha deu pra ver o quanto gostou da leitura dele... eu gostei da proposta do enredo... narrativa intercalada é tudo de bom... fiquei mega curiosa e como amo triângulos, já quero ver como tudo se inicia e o mistério de Ben.... curti demais... Xero!

    ResponderExcluir
  5. Oi Giu Já conhecia a escrita da isie, gosto bastante o.modo como a escrita dela flui. Gostei bastante da premissa do livro e fiquei curiosa para saber um pouco mais da história. Primeiramente para saber se a filha desaparecida vai aparecer. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Simeia Silva08/06/2016 12:21

    Não conhecia nem o livro e nem a autora, curti a premissa do livro, não sei se o leria por agora, mas fiquei curiosa para saber que segredo seria esse guardado por Ben a sete chaves e o porque da mãe dele ser tão misteriosa. HáE que experiência seria essa que a mulher passou e onde estão os outros dois filhos dela.Enfim, é um livro bem misterioso.

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Giu, sua linda tudo bem?
    Eu só leio sinopses quando estou em uma livraria, ou pesquisando algum livro em algum site. mas na hora de abrir o livro eu sou como você, nunca leio a sinopse, gosto de ser surpreendida. Você me deixou bastante curiosa, não sei mas acho que estou medo da mãe dele, risos.. E você falou que ele era estranho e depois usou a palavra experiência durante a resenha, OMG!!! O que será eque essa mãe fez? Porque seus outros filhos desapareceram? Fiquei empolgada. Dica mais do que anotada. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  8. Oi Giuli, eu fiquei aqui curiosa pensando em mil suposições sobre quais seriam os segredos da trama. Adorei a ideia do uso de um cenário local e principalmente o fato da jovem começar a trabalhar em uma livraria.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Oi, Guili.

    Que engraçado... eu já li a sua resenha, mas não deixei comentário.

    Adorei o jeito como você resenhou o livro e fiquei muito feliz por surpreendê-la de forma tão positiva. Sim, Cacha Pregos é real, e eu adoro tanto aquele lugar que ambientei outra das minhas histórias lá: Simplesmente Você, segundo livro da trilogia Simplesmente.

    Muito obrigada pelo seu carinho. Já tem capítulos de Quimera, continuação de Elos, no wattpad.

    Beijinhos,

    Isie Fernandes. <3

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.