Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Nacional] A Troca - Cris Santos

Hello people!

Voltei, quem estava com saudades? 
Nunca é fácil pra mim começar uma resenha, ultimamente venho com um hábito ruim de antes de escrever ficar ruminando vários dias, as vezes até semanas antes de sentar e começar.

Essa foi especialmente difícil por se tratar de uma pessoa que aos  poucos conhecendo um pouco da sua história de vida, sua batalha e seu amor pelo seu filho fui admirando cada vez mais. Cris é leitora voraz e diarista, em um país onde tão pouca gente lê, uma pessoa que nem a Cris que é guerreira até debaixo dágua e além de leitora está batalhando para ser reconhecida como autora é raro.

A troca é mais do que um livro pra Cris Santos, é um sonho que se tornou real, é a esperança no reconhecimento, é afirmação de que ela é muito guerreira.
Introdução gigante, né? Mas nem tinha como ser diferente, falar sobre A Troca e não falar sobre a sua criadora é basicamente como comer cachorro quente sem salsicha, a Cris é o recheio desse livro, ele tem sua alma presa lá  dentro sobe codinome Donna Carter, você pode amar ou odiar a personagem, mas podes crer que não sairá indiferente!
Então, agora estão preparados para a resenha, enfim?!


A Troca - Cris Santos

Sinopse:  "Donna e Claire Carter são gêmeas idênticas.
A única coisa que as diferencia são os cabelos.
A doce Claire é loira natural.
A apimentada Donna, ruiva.
As garotas trocam de lugar para ir a um encontro de fãs do Taylor Lawson, ídolo da Claire.
Lá, Donna chama a atenção do ator pela indiferença por ele e sua carreira em ascensão.
Curioso, Taylor a procura e descobre A Troca. E seus dias nunca mais serão os mesmos."

Compre o seu > AQUI <



Conheça a Autora Cris Santos
"Cris Santos é Piauiense, de Amarante, e uma carioca de coração. É uma "tia" que adora o mundo adolescente e não se envergonha de ter uma alma jovem. Cínica, engraçada e uma grossa fofa, vive a vida de forma leve, sem esperar muito, mas sonhando com o melhor. Com o filho Yago, que é seu companheiro e amor da sua vida. Seu grande sonho é de morar em um lugar tranquilo com ele, sua nora, um casal de netos gêmeos e um pastor alemão chamado Jacob. Adora livros, filmes românticos e chocolate. E simplesmente ama o garoto que vira lobo (Jacob da série Crepúsculo), ela é uma alfa assumida. "

Contato nas Redes Sociais:



Resenha


Tudo começa quando o ator Taylor Lawson vem para o Brasil em uma turnê para divulgar seu mais novo trabalho, em um encontro de fãs, está tudo indo as mil maravilhas até que ele percebe uma loirinha muito bonita que não parece nem um pouco interessada com a coletiva, então ele concede a ela o direito de fazer uma pergunta.

"Sua indiferença mexeu com meu ego. Não era justo que ela estivesse lá, usurpando um lugar que não era seu, em um encontro ao qual ela, claramente, não queria ter ido, enquanto muitas fãs de verdade esperavam no cordão de isolamento em frente ao hotel, querendo sentar na cadeira que ela ocupava sem interesse algum."

Taylor só não imaginava que a menina iria fazer uma pergunta tão Sacana, a garota pergunta se... Ele é gay, e ele responde à altura, dizendo que essa pergunta era para ser respondida em seu quarto. As coisas ali ficam muito estranhas, e o ator que está acostumado com o mundo aos seus pés, sente se atraído pela audácia da moça.
Quando a coletiva acaba ele não consegue tirar a loira da mente, Claire... Esse era o nome... Ou não?
Então ele arruma uma maneira de encontrá-la de novo, porém, ela está diferente, parece realmente uma fã, sabe tudo sobre ele, atenciosa... Como assim, e a garota ácida e maluca do evento? Será que ela era bipolar, louca, porque numa hora parecia indiferente e agora tão doce e simpática?
Rá, eis que ele descobre, foi enganado pela gêmea má, Donna Carter foi no lugar de Claire na coletiva, agora ele está completamente alucinado pelo lado ácido e despojado da ruiva desbocada.

"A Claire sempre extravasava suas emoções com lágrimas. Eu era o oposto! Nas areias movediças da minha vida eu esperneava, lutava, mesmo sabendo que em muitos casos isso só faria com que eu me afundasse mais rápido."

Ele bola um plano pra desmascara-la ameaçando processá-la, ela morrendo de ódio acaba cedendo para proteger o patrimônio e os negócios de sua família, e com isso começa a operação gato e rato. O interesse do rapaz que teve seu ego ferido só aumenta à cada ferroada de Donna.

"— O que você faria se eu dissesse que não consegui tirar você da minha cabeça, que estava enlouquecido para te ver de novo, que venho sonhando com você todas as noites? 
— Mas que porra é essa?"

 Ele acaba aos poucos se chegando na vida de toda família das gêmeas, enquanto Claire fica eufórica com interesse de Taylor em sua irmã, Donna fica cada dia mais irritada, até que... Ele acaba alugando apartamento no andar de cima de Donna e sua família, fica cada vez mais insistente, com beijos roubados e aproveita pra conquistar toda família da moça.

"—Mãe, na boa, eu só não trouxe o livro ou não matei o próprio Taylor, destrocei o corpo e joguei no mar pelo mesmo motivo: não cabia na bolsa. Então, fique feliz pelo furto do marcador ter sido o único crime que eu cometi naquele hotel e com aquele megalomaníaco."

 Mas ela insiste em ignorar e odiá lo, será? E ele insiste em não aceitar não como resposta, quem será que vence essa queda de braços de peso? No meio disso tudo ainda conheceremos o sócio de Donna que é apaixonado por ela ( um fofo por sinal), a família louca de pedra dela que está louca para que Donna dê uma chance ao ator.

Ahh, a história se passa no Brasil, Rio de Janeiro, e Donna e sua família na verdade não são brasileiros, eles são americanos que vieram fazer sua vida a muitos anos por aqui. Por isso o nome é sobrenome deles não são brasileiros.

Será que Donna vai cair nas garras do charmoso e insistente moço? Ou será que ele cairá fora com tantas patadas? Façam suas apostas! (Na verdade até os personagens apostaram)...

"— Eu me infiltrei em sua casa, garota chata, para pegar você para mim. Como prometi que faria. — Você é surdo ou o quê? Não me ouviu dizer que não estou interessada? — Ouvi. 
— E? 
— Eu te perdoo! — "



Minha opinião:

Vocês já devem ter ouvido falar de uma história chamada megera domada do tio Willian Shakespeare, né? Eu amo! E vi traços dessa obra nesse livro maravilhoso da Cris.

Você pode pensar que vai ser mais um mimimi que a mocinha logo vai se render ao galã e mudar para uma gatinha devassa , que vai ter muito sexo e brigas, e eles vão ir e voltar...
Não!!!!!!!!!!!! A mocinha é a porra da gêmea má (como ela mesmo se intitula) e ela vai fazer o cara cortar uns dobrados , não vai dar trégua, ela é antítese da mocinha frágil e aguada, ela é foda!  Segura de si, desbocada, ama a família e protege quem ama com as unhas e dentes, tem um coração peludo de ouro, mas não é besta, ela só joga o jogo que ela quer!

"— Eu posso tudo, Susan! — Virei para o meu irmão, tentando aliviar a tensão, antes de sairmos. 
— Diga a ela, Caio, por que eu posso tudo? 
— Porque você é a porra da gêmea má!"

Taylor me irritou um pouco com sua insistência exagerada, mas não é abusivo, por favor nada de dizer que estão romantizado perseguição com a atitude dele, pois a Donna realmente dá corda pra ele ficar se enforcando (digo ficar apaixonado e atraído), ele na verdade é um bom rapaz que nunca foi rejeitado e se vê apaixonado exatamente pela chave de cadeia mais doida da história da literatura nacional.

"...Sabem que eu sou um excelente partido para você ou para qualquer mulher neste mundo, nem você pode negar isso! — Taylor deu um sorriso tranquilo, a intenção do comentário era só me deixar irritada."

Se você acha que vai ler um livro hot, então largue esse livro, não é pra você,  já que só tem duas cenas mais Calientes (Não pornográficas, no ponto), mas se você quer uma história gostosa de gato e rato e rir bastante, esse é o livro! Na verdade a Cris pegou o caminho mais difícil da literatura, e não apelou para o sexo para vender horrores (não estou criticando ninguém, até porque eu leio Hot, mas seria mais fácil começar por esse caminho, pois sexo vende muito mais, e isso é fato, sem mimimi please?), por isso eu aplaudo de pé, pois se ela colocasse o livro cheio de sexo iria acabar com a essência da história!

"— Taylor ultrapassa as paredes que eu ergo como se elas não existissem. A presença dele me agita. Eu me odeio quando estou do lado dele. Estou sempre ardendo, querendo que ele me deixe em paz."

A Cris fez personagens reais, cheios de defeitos e qualidades, onde você se identifica e torce por cada um deles, eu amei a personagem Donna, ela é muito fodástica! Cheia de rebeldia, ácidez, personalidade e força interior, tudo isso com um coração gigante que nos deixa ver que o "gêmea má" é apenas seu escudo para enfrentar o mundo e seus obstáculos e preconceitos, inclusive uma das coisas que mais gostei do livro foi a relação de amor e amizade entre a família e ela, foi algo que achei muito lindo.

Agora o final, ahhh Cris! Você foi muito malvada cara! O livro termina em uma cena muito tensa, cara! Pqp!!! Isso foi pura maldade sua, vou ter que esperar o próximo para saber o que houve >.< e eu te odiei um pouco por isso (minha vingança ta sendo na demora da resenha muahahahahaahahh). Brincadeira, viu? Te Loviuuuuu!

Em resumo quero dizer, que não só recomendo como parabenizo a Cris por sua primeira obra, a revisão estava impecável. A história é fluida, muito bem escrita, divertida, leve e muito prazerosa de se fazer, demorei bem pouco tempo para concluir e com certeza favoritei!

Quem quiser ler uma história divertida e muito apaixonante, com toque Shakesperiano de A megera Domada com a versão porra da gêmea má, vai adorar conhecer esse livro! 

Obrigada pela oportunidade de ler e resenhá-lo Cris, quero que todos conheçam a Donna!
#SomostodasDonnaCarter

Ps: Cris me mantenho #TeamDonna ;)



Espero que tenham curtido a resenha. 
Quem já leu, ou ficou com vontade de ler comente, opine nos comentários. 
Sua participação aqui no blog nos faz muito felizes.

E volte sempre, a casa é de vocês!!


13 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus! Que emoção !! Giu, valeu cada unha roída, esperando esta resenha. Que fofo e querida. Obrigada pelas palavras, pelo apoio, pela simpatia.
    Eternamente grata. E-T-E-R-N-A-M-E-N-T-E !!
    <3
    #TeamDonna Foreverrrrrrr

    ResponderExcluir
  3. Me lembrou muito uma fanfic que li sobre Crepúsculo quando era mais nova, haha <3

    Abraço,
    milenaschabat.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. " A Troca" é uma fanfic, de 2012. Será que leu?
      Abraço. ;)

      Excluir
  4. Oi, Giuli! Esse parece ser um livro bem divertido mesmo. Só não entendi uma coisa: se é a Clare quem gosta do Taylor, por que a Donna foi ao evento? E por que ela pintou o cabelo? Hahaha
    Eu já comentei algumas vezes que essa coisa de nomes/personagens americanos em histórias no Brasil me incomodam, então isso abalou um pouco o meu interesse. :/ O Brasil é um país imenso, com tanta diversidade, tantos nomes bonitos e tal.. Não acho justo colocar nomes "americanos" (estre aspas porque americano é quem vive nas Américas) ou personagens que nasceram nos EUA em histórias nacionais. Pra mim quebra um pouco o encanto.
    No mais, o enredo parece ser muito bom!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathalie ! Tudo bem contigo?
      Para saber por que as gêmeas trocaram de lugar só lendo o livro. hahaha A saber: ela não pintou o cabelo ;) (mais uma coisa pra vc descobrir, mas tem que ler pra saber). Elas, as gêmeas e a família, são americanas e vieram ao Brasil muito cedo, mas pra que vc mantenha o seu interesse,a história se passa no Brasil e a brasilidade nagô tá em todos os outros personagens inclusive nelas mesmas, não brasileiras.
      Se achou o enredo bom, Nathalie, arrisque. Seria estranho seu "achismo" podar essa ação, tente uma coisa nova ;) Por favor, me deixe saber se ao menos tentou?
      Beijão
      Obrigada !!

      Excluir
  5. Oi Giu, tudo bem??
    Menina ela é de Amarante??? Que loucura morei 17 anos em uma cidade vizinha, chamada Floriano... caramba que mundo pequeno este... fiquei completamente curiosa pela leitura desse livro... porque amei a descrição da personagem... muito legal essa briga de gato e rato... e achei que ela fez mais do que certo... alguns famosos, não estão acostumados com um não, exatamente por serem famosos... adorei essa premissa e de saber também que não é um romance hot... nada contra... mas adoro romances assim... claro que o livro foi para a minha listinha... o lado bom de conhecer e acompanhar blogs que apoiam a literatura nacional é ter a oportunidade de conhecer autores novos... a Cris eu não conhecia, mas amei a premissa do primeiro livro!!!! Excelente resenha! Xero!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diana tudo bom, moça?
      Sou de Amarante. Tenho amigos muito queridos em Floriano. Nos veremos por lá? Tomara!!
      Diana, as vendas estão devagar, mas sempre, um livro por dia. Mas sabe o que é mágico? Todo mundo que arrisca comprar meu livro gosta. As avaliações no Amazon não deixam dúvidas: Donna e Taylor estão caindo no gosto do povo. E eu estou tão tão tão feliz !
      Me dê essa honra? Leia, por favor. Me diga o que achou. Sua opinião, com os meus erros e acertos, me alegrarão demais. Um beijo .

      Excluir
  6. Oi Giu! A premissa do livro me pareceu bem legal, goatei de saber que a protagonista é bem decidida, gostei do lado sarcástico e de jogar bastante com ele. Parece ser uma leitura bem divertida. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana !
      Por que não vai ao Amazon e tira suas próprias conclusões. Minha opinião: acho que vc vai gostar. As avaliações estão super positivas, e estão vindo de pessoas que nem me conhecem ou amam, com o Giu. ;)
      Donna. Taylor e eu, esperamos vc lá.
      ( e pra constar: A Troca não é uma leitura adolescente ou infantil ).
      Abraços

      Excluir
  7. Oi Giuli, adorei a resenha...conforme eu ia lendo realmente pensava que uma hora ou outra a menina logo acabaria se rendendo às insistências do rapaz...mesmo sendo um pouco clichê, eu fiquei curiosa...adoro personagens de gênio forte...kkkk

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi Raquel. Bom dia!
    Quer apostar comigo uma coisa? Você não verá nada de clichê nesse livro. Aposto o que quiser. ;)
    Nos deixem informadas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Oi Cris. Bom dia.

    Acabei de baixar os livros. Logo vou comecar a ler, tenho uns 3 na frente. Boa sorte e muito sucesso pra voce. Aguado ansiosa por livros com personagens protagonistas negras com seus lindos cabelos crespos e com um sucesso sem igual economico e emocional. Beijo grande.

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.