[Autores Parceiros] Apresentando Autor Sebastião Menezes


Olá queridos leitores!

É com muita alegria que hoje trazemos mais um parceiro para nosso blog!

O autor Sebastião de Oliveira Menezes que com seu livro "Cutucando a memória".

Esse livro traz crônicas leves sobre sua vivência.

Seja bem vindo!!!




Biografia

Sebastião de Oliveira Menezes nasceu itaperunense, cresceu natividadense e hoje é varre-saiense. De origem rural – nascido em Arataca (Varre-Sai – RJ), saiu em busca do saber; migrou ainda na infância para a vila de Purilândia, depois para a cidade de Natividade. Para continuar seus estudos foi para o Rio de Janeiro onde cursou o ensino médio, a faculdade e fez pós-graduação; casou-se e foi morar em Niterói e, depois, em Juiz de Fora.

Mesmo distante de suas origens, nunca perdeu o vínculo com seus familiares e com a vida simples do interior. Ao aposentar-se fez questão de voltar às suas origens e cutucando a memória escrever esses casos e/ou “causos” com ironia, humor, graça e ser verossímil. Para Hortência Queiroz: “livro de título criativo a abarcar reminiscências de vida pessoal e profissional: obra despretensiosa e leve, por vezes saborosamente alegre, mas sempre instrutiva”.

(1942) graduou-se em Geologia (1967), fez curso de Especialização em Morfologia Tropical (1968) e concluiu o seu mestrado em Geologia (1973) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Com sua vida dedicada desde 1968 à docência na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1968/1993), continuou sua atividade no magistério na Universidade Federal de Juiz de Fora (1995/2009) onde atuou, também, como professor convidado de Geomorfologia e Meio Ambiente no Curso de Especialização em Análise Ambiental. Já publicou mais de 50 trabalhos científicos e alguns livros técnicos sobre Minerais, Rochas e Geomorfologia. No ano de 2002, foi agraciado com a Comenda Estrela do Mar, da Fundação Rio das Ostras de Cultura e com o Diploma do Mérito Profissional, pelo CREA-RJ. Atualmente, está aposentado. A aposentadoria trouxe como prêmio o retorno a Natividade/Varre-Sai. É de lá que, cutucando a memória, escreveu esses casos e “causos” com a ironia dos anos idos, o humor da luta vencida, a graça de quem não precisa sempre ser verossímil.



CUTUCANDO A MEMÓRIA

No livro o autor expõe seus medos, suas dores, suas façanhas, suas decepções, suas vitórias, suas nostalgias com sensibilidade e criatividade em 37 casos. Os primeiros lembram sua infância na localidade de Arataca, município de município de Varre-Sai. Os seguintes, os tempos que viveu em Purilândia, município de Porciúncula. As histórias e casos continuam com os anos que vividos em Natividade e sua experiência em dois seminários. As histórias, casos e reflexões que vêm em continuidade falam das situações vividas no Rio de Janeiro em companhia de seus tios, no trabalho, na vida e nas aventuras com seus carros. Os demais estão relacionados com tempos vividos em Niterói, Seropédica e Juiz de Fora.

Dizem que a vida traz experiências e vivências. Nos textos, o autor procura refletir sobre elas com imaginação, informação, conhecimentos e aplicá-las em situações vividas. É inegável que a experiência acumulada e apreendida ao longo dos anos é capaz de levar as pessoas a evitarem repetir equívocos. Ora, isso é perfeito num mundo onde as experiências se repetem. Experiências e vivências ganham expressiva importância, por uma razão muito simples: o homem não muda! Nessa hora, quem já passou por muitas experiências leva uma grande vantagem. A experiência é uma coisa muito interessante. O conhecimento que nasce dela é real.

O autor Sebastião Menezes nasceu itaperunense, cresceu natividadense e hoje é varre-saiense. De origem rural, vindo do sítio Arataca, saiu em busca do saber; migrou ainda na infância para a pequena vila de Purilândia e depois seguiu para a cidade de Natividade. Disposto a continuar com seus estudos, foi até o Rio de Janeiro onde cursou o ensino médio, a faculdade e fez pós-graduação; casou-se e foi morar em Niterói e, muitos anos depois, em Juiz de Fora. Mesmo distante de suas origens, nunca perdeu o vínculo com seus familiares e com a vida simples do interior. A aposentadoria trouxe como prêmio o retorno a Natividade/Varre-Sai. É de lá que, cutucando a memória, escreveu esses casos e “causos” com a ironia dos anos idos, o humor da luta vencida, a graça de quem não precisa sempre ser verossímil.

Gostou da obra?

Entre em contato por e-mail e adquira já a sua!


Fique de olho que em breve traremos a resenha,
e alguns sorteios!

Até mais!

6 comentários:

  1. Ao ler sobre o autor e seu livro tive a sensação de estar conversando com meu avô, que é um grande contador de histórias. Gostei da premissa e da arte da capa, que é linda!

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Não conhecia o autor, mas gostei de conhecer mais sobre ele e sua obra. Vou esperar a resenha do livro para ter uma opinião, mas a capa está bem legal.

    ResponderExcluir
  3. Que legal! Tive a sensação de conversar com minha avó materna (meu avô materno não conheci e meu avô paterno era italiano, então os causos eram do subúrbio da Sicília) e alguns tio-avôs também. Parece ser um ótimo livro, com histórias muito interessantes de diferentes locais do país. E adorei a capa! Aguardando a resenha, girls! bj!

    ResponderExcluir
  4. Oi Giu! Parabéns pela parceria, tenho certeza que será um sucesso! Achei a capa linda e a premissa linda também. Lembra conversas com o meu vôzinho, sempre com uma história para para contar, aguardo sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Giuli! O livro dele parece ser divertidíssimo! Adoro esses "causos" que os mais antigos contam. A gente sempre tira alguns ensinamentos das vivências deles. Parabéns pela parceria, vc merece! E parabéns ao autor, que mesmo depois de aposentado não aposentou a mente e nos proporcionou um presente tão legal!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Giu, sua linda, tudo bem?
    Fico muito feliz com essa notícia, parabéns pela parceria!!! Desejo muito sucesso para vocês!!! Gostei muito da capa e pela sinopse fiquei interessada, apesar de não ter costume de ler crônicas.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.