Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Nacional] Luz da minha vida - Glaucia Santos

Oi, Gente. voltei!

Juro que agora, minhas resenhas serão mais frequentes por aqui. Vou espantar o bloqueio, pra trazer para vocês as delicinhas que ando lendo. Estou em um desafio 
do blog Livros & Tal, desde o começo do ano, então, minha pretensão é ler 60 livros esse ano. Tá, eu sei que tem gente que lê bem mais. Só que eu não consigo ler tanto por ter baby. Um lindo boyzinho de 4 aninhos, coisinha mais linda do mundo! (Momento mamãe babona).

Hoje, a resenha é de mais um romance da nossa parceira super querida Glaucia Santos do livro "Luz da Minha Vida", que recebi com muito carinho, com uma dedicatória linda! (amo dedicatórias *-* )

Bora saber mais? Se deixar eu fico falando demais por aqui.kkkk



Luz da minha vida 

Glaucia Santos

ISBN-13: 9788591515509

ISBN-10: 8591515501

Ano: 2013 / Páginas: 320

Idioma: português

Editora: Publicação independente

Skoob - Compre Amazon

Filha de um famoso maestro falecido, Anna Maria Smith é uma violinista que viveu 19 anos na escuridão. Aos cinco anos sofreu um acidente e perdeu a visão. Por toda a vida foi protegida pelos pais e sofreu com o preconceito das pessoas, mas tudo se transforma quando se muda para Nova Iorque, para trabalhar em uma das filarmônicas mais famosas do mundo. Lá, Anna conhece o inglês Richard, um médico lindo, carinhoso e apaixonado. A partir desse amor, ela verá o mundo com outros olhos e também sofrerá com os perigos que essa cidade lhe oferecerá.


SOBRE A AUTORA GLAUCIA SANTOS




Glaucia tem 32 anos, nascida e criada na cidade de Duque de Caxias, Rio de Janeiro. Formou-se em Sistemas de Informação pela Universidade do Grande Rio e atualmente trabalha como analista de serviços de telecomunicações.
Leitora ávida e compulsiva, já leu mais de duzentos livros e hoje se dedica a publicar resenhas sobre obras literárias.
Começou a escrever no final de 2008, quando publicou sua primeira estória na internet. Depois de tanto “brincar de escrever” resolveu publicar o seu primeiro livro: “Para sempre”.



Resenha



O Livro começa com um trecho no futuro de Anna e doutor Richard, quando os dois já estão juntos, mas a história do livro precede essa parte.

Anan Maria Smith é uma jovem e talentosa pianista, mas sofre com as limitações de sua deficiência visual causada por um acidente na infância. Sua mãe a trata como uma inválida de cristal, super protegendo e sufocando a moça a tal ponto, que ela decide ir embora dos país, atrás da oportunidade de se firmar como musicista e mulher (e também sair da sombra do fantasma de seu talentoso pai, que foi um conceituado maestro). Para isso, ela conta com sua fiel amiga e funcionária Zefa e seu cão guia Dinho.

Mesmo sob os protestos de sua perua louca, digo, mãe, Ann, Zefa e Dinho embarcam para morar em Nova Iorque em um apartamento que seu pai deixou de herança no Central Park (ta mal não, hein Anninha? Hahaha). Depois de alguns dias, Anna sente um desconforto ginecológico, marca uma consulta e pah! Conhece Richard, ( sua médica está viajando). Ela se desespera, se desconcerta e fica em pânico. Ela é super tímida e morre de vergonha de ser tratada nesse âmbito por um homem (se é que vocês me entendem, eu super compreendi esse momento dela, pois eu morro mais não me trato com homem hehehehe).

Só que Richard é super atencioso (fofo), querido (fofo) e balança um pouco o coração da mocinha (nessa situação tensa, quem diria?) e os dois acabam se interessando um pelo outro. Mas Ana é muito insegura no que se refere a relacionamentos. Ela nunca se relacionou intimamente com ninguém (se é que me entendem de novo...) e vive ouvindo piadinhas de Zefa com relação a isso (heheheh).

Enquanto isso, na carreira musical, começam seus ensaios para tocar em uma orquestra e ela fica mega feliz, afinal, a sua vida está entrando nos eixos: amor, liberdade da sua mãe (megera) e ascensão na sua vida musical por seu próprio talento. Apesar de todas as dificuldades pelas quais passa, Ana está sentindo-se muito feliz, mas...

Sempre tem um mas, né? Essas autoras e suas manias de fazerem a gente sofrer com as personagens, né, dona Glaucia?

Eis que um assassino resolve aparecer nos ensaios da orquestra. Uma obsessão doentia faz com que esse serial killer torne-se implacável na perseguição de nossa querida Anna. Será que a felicidade de Anna Maria e do doutor fofo Richard será abalada?

Ahhh, meus amores, teremos vários problemas, e um deles... Quem vem meter bedelhão na história de novo? A querida bruxa Keka!

Bem, parei por aqui. Teremos uma linda surpresa na vida de Anna, outras lágrimas, algumas risadas, trapalhadas e suspiros. Mas, afinal,o desfecho será feliz, ou a Glaucia maltratou a pessoinha aqui?

Ráaaaaaaaaaaaaaa... leiam para saber. Eu amei o livro! Final bem surpreendente. :X

Minha Opinião!

Gente, a autora é mesmo um camaleão :o 

Quando comecei o livro, achei que ia ser um romance docinho e gostoso, masssssssssssssssss, ela surpreendeu de novo. Colocou uma pitada generosa de suspense policial que deu uma adrenalina, uma cor, um tempero todo especial na obra. Vocês sabem que não sou a mais romântica dos seres humanos, né? Mas super Shippei o casal Anna e Richard. Uns lindinhos, fofos, tudilindinho, gente!

Agora, o ponto alto do livro, sinceramente falando, foi a Zefa, a criaturinha desbocada, engraçada, divertida, ácida e porreta! Eu adorei a mulher. Ela é do tipo "mãemiga" da Anna: protege, ajuda, aconselha e cuida com unhas e dentes. Eu dei muitas risadas e achei muito linda a amizade delas.

O outro ponto alto do livro, na minha opinião, foi essa parte meio suspense. A Glaucia foi muito criativa, inusitada. Tiro o meu chapéu para o desenvolvimento da trama, um romance que não é em nada só romântico e adocicado.

Mas, quem ama romances não vai se decepcionar. O nível de açúcares é alto, tem muito romance, uma pitadinha de sensualidade (sem vulgaridade). A obra é bem completa: você ri, suspira e fica aflita, ou seja, mais uma vez fui fisgada!


Só teve algumas expressões românticas demais (quem lê vai poder comprovar :p ) que me deixaram com um pouquinho de diabetes, mas eu te perdoei do fundo do meu coração, Glaucia, pois o problema está em mim, que tenho um coração de pedra e que não sou a mais romântica :x ).

A capa é linda de viver! Amei demais, #Paracegover : Em um fundo meio cinza, temos uma moça bem delicada, de cabelos longos, castanhos, tocando violino. Mais embaixo, temos a silhueta de um casal se abraçandocom uma cerquinha em torno deles, que lembra um parque (talvez). O título, está escrito em um tom roxo. As folhas são brancas, mas não dificultaram minha leitura. A diagramação é simples e não encontrei erros de revisão.

Recomendo para todas aquelas pessoas que gostam de um romance com uma boa dose de suspense, superação e bom humor.

Venham conhecer "Luz da minha vida" e se deixem encantar pela literatura nacional.




Espero que tenham curtido a resenha. 
Quem já leu, ou ficou com vontade de ler, comente, opine nos comentários. 
Sua participação aqui no blog nos faz muito felizes.

Voltem sempre. A casa é de vocês!!


9 comentários:

  1. Oieeeeeeeeee! Ai que resenha linda! Meu coração se derrete desse jeito. Luz da minha vida foi um livro muito especial, porque veio após um longo período de bloqueio. Foi bem complicado desenvolver a personagem e tive que fazer um pouco de pesquisas, mas o resultado final foi mara. Esse livro ganhou um carinho especial no meu coração por causa de Zefa. Sabe quando você faz uma personagem e ela acaba roubando a cena e ganhando vida própria? Eu me diverti horrores. Sou completamente suspeita para falar, pois esse foi um dos meus melhores desafios como autora. Agradeço imensamente pelo carinho e a acolhida pela equipe do blog. Obrigada de coração! <3 <3 <3 <3 Sinta-se abraçada e beijada Giu!

    ResponderExcluir
  2. Oi Giuli!!!
    De verdade, o livro que me chama a atenção dessa autora é o Lendas Urbanas, parece que não quero ler mais nada só esse kkkkkk
    Eu não me senti atraída pelo enredo então essa leitura eu dispenso.... Mas o lendas urbanas ainda quero ler

    Beijuh
    https://curaleitura.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  3. Oie ! Gostei muito da resenha, me deu vontade de ler o livro. Sou fã de romances e esse parece ser dos bons !!! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ei, Giuliiiiiii!!!!!!
    Você estava insipirada na hora que escreveu a resenha! Tá super bem escrita, super divertida! Gostei muito da premissa do livro (e da capa maravilinda)! Tenho certeza que ia vidrar nos momentos de suspense e tensão e tb teria diabetes nos momentos românticos, mas nada que não posso ser apaziguado com uns salgadinhos! rsrs... Mais um pra listinha.... ;) um bj, migs!

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Mostra seu bebê!! Não conhecia o livro, mas nossa, que resenha! Além de ter uma premissa maravilhosa, estou babando por essa capa! Por ora estou um pouco saturada de romances, mas com certeza pretendo ler, até porque faz um tempo que não leio nada nacional...

    ResponderExcluir
  6. Oi Giuli...gostei bastante da resenha, não conhecia a obra e fiquei interessada por se tratar de uma obra nacional. Confesso não curtir muito romance, mas esse eu gostaria de ler.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oiii
    Adorei a forma que você conduziu a resenha.
    Eu gosto de romances, mas depende muito de como são construídos.
    Se for algo meloso demais eu não gosto.
    fiquei interessada na história. Vou procurar para ler.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  8. Só duas coisas não me agradaram: a pitadinha de sensualidade e as folhas brancas. Mas gostei de saber do nível de açúcar do romance, e mais ainda da informação de que a autora incluiu uma pitada generosa de suspense policial que deu mais adrenalina à obra. Acho que leria.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi Giu, sua linda, tudo bem?
    Fiquei rindo aqui com sua resenha, eu sou exatamente a leitora que gosta do romance bem doce,cheio de clichês, risos....Mas confesso que sou fã de tramas policias também, então, achei o livro perfeito quando mesclou um pouco de cada. Não conhecia esse livro, mas não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.