Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Internacional] Sono – Haruki Murakami

Hey gente! Óh eu aqui otraveiz!



Hoje, vim dizer que estou viciada nesse japa doido. Esse foi mais um livro que li desse cara e... bah, vocês não tem noção de como é bom.


Mas não vai com sede ao pote, porque ele é diferente, nada clichê, nada romântico, nada sensato, nada normal, então, se você é bem tradicional nas suas leituras, esquece o cara e procura um Sparks (nada contra Sparks, viu?)

Vou tentar explicar o que tem de tão bom na escrita dele. Cola em mim!



Sono

Haruki Murakami

ISBN-13: 9788579623752

ISBN-10: 8579623758

Ano: 2015 / Páginas: 120

Idioma: português

Editora: Objetiva

Skoob - Comprar

"É o décimo sétimo dia que não consigo dormir."
Ela era uma mulher com uma vida normal. Tinha um marido normal. Um filho normal. Ela até podia detectar algumas fissuras nessa vida aparentemente perfeita, mas nunca chegou a pensar seriamente nelas. Até o dia em que deixou de dormir. Então, o mundo se revelou. Um mundo duplo de sombras e silêncio; um mundo onde nada é o que parece. E onde ela não pode mais fechar os olhos. Sono é um conto de Murakami inédito no Brasil, com ilustrações de Kat Menschik.

Conhecendo um pouco o autor Haruki Murakami


Haruki Murakami nasceu em Kyoto, no Japão, em janeiro de 1949. Cresceu em Kobe e se graduou na Universidade Waseda, em Tóquio. Viveu por quatro anos nos Estados Unidos, onde deu aulas em Princeton, e regressou ao país natal em 1995. É considerado um dos autores mais importantes da atual literatura japonesa. Sua obra foi traduzida para mais de quarenta idiomas e recebeu importantes prêmios, como o Yomiuri — que já foi concedido a autores como Yukio Mishima, Kenzaburo Oe e Kobo Abe — e o Franz Kafka Prize. O escritor vive atualmente nas proximidades de Tóquio. Dele, a Alfaguara publicou o relato Do que eu falo quando eu falo de corrida e os romances Minha querida Sputnik, Norwegian Wood,Kafka à beira-mar e Após o anoitecer.



Ilustrações do livro - Imagens da Internet

Resenha

O que você faria se não conseguisse mais dormir? Se essa insônia não lhe acarretasse sofrimentos, perda de apetite, cansaço ou qualquer outro sintoma colateral da insônia? simplesmente você não tem necessidade de dormir. Parece que suas energias são infinitas, que seus dias são medidos por dia e noite, mas sem a pausa que separa um do outro. Muito louco?

A personagem desse livro nos conta como é viver acordado num mundo de pensamentos, sem interrupção de tempo para dormir. Poxa, se você imaginar que em média “perdemos” de 6 a 10 horas (os mais sortudos) 
do nosso dia dormindo, o que aconteceria conosco e com esse tempo “sobressalente”?

Ela começa a usar esse tempo para enxergar além do que estamos programados a ver. O casamento que parecia perfeito, de repente não parece mais tanto, pois ela começa a enxergar coisas cotidianas de uma maneira totalmente nova.
O mais bizarro é que ela começa a misturar um pouco do que é lógico com o que não é, além de algumas coisas estranhas que ela começa ver e perceber. Será possível viver nessa realidade paralela onde sua mente parece nunca se desconectar?
Minha Opinião

Esse livro/conto sei lá como chamar... rsrs é de uma perfeição, uma genialidade e criatividade que me deixou boquiaberta. Impossível não embarcar na história, não se imaginar e se pegar refletindo com a personagem. Confesso que em alguns momentos me identifiquei com a personagem e comecei a divagar, como ela, sobre minha própria vida...

O final, cara, o final... Meu Deus! Pqp! Não tenho como descrever. Se contar mais eu acabaria contando tudo. Esse livro só tem 120 páginas, mas é de uma riqueza sem igual. E as ilustrações? São tão maravilhosas e perturbadoras...

Quem gostar de histórias inteligentes, meio psicodélicas, 
que te façam refletir, e que a deixem com cara de tacho no final, vai amar esse livro do Murakami, ou não... rsrsrsrs




Beijos e comentem o que acharam.
Vocês já leram ou leriam essa obra?
Já leram algo oriental? Conte-nos a sua experiência nos comentários.
Até a próxima!


Um comentário:

  1. Tinha uma visão diferente deste autor e obra, mas sua resenha, Giu, mudou totalmente minha opinião. Fiquei muito interessada pelo livro.Excelente dica. Excelente resenha.
    Amo você, Giulinda.
    ❤❤❤

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.