[Resenha Nacional] Pacto - Southward River

Olá gente linda, agora minha vinda aqui será mais frequente, eu prometo! 


Hoje teremos mais uma resenha nacional, dessa vez é da nossa querida parceira Laura Gomes que atende pelo pseudônimo Southward River.

O livro é Pacto um livro com uma história intensa e original que me fisgou do início ao fim.



PACTO # 1
SOUTHWARD RIVER
ISBN: B013W138CK
Ano: 2016 

Páginas: 370
Idioma: português
Editora: Percurso
SKOOB - AMAZON

O demônio dos desejos caminha solto pela terra. Sua influência sob as almas humanas nunca foi maior e depois de tantos séculos naquele mundo, ele sabe do bom, do pior, do pior ainda, e adora a faceta nojenta que se esgueira pelas faces sorridentes espalhadas por ai.
Então, vislumbrando a noite, sentado em um dos vergalhões que construía a ponte do Brooklyn, seu caminho foi cruzado por um desejo ardente de recomeçar.
Helina Groover era a dona do desejo, mas ela já estava à meio milésimo de atingir o espelho de água quando o fez. Àquela altura, o gélido rio se tornava um chão sólido de concreto que estilhaçou cada um de seus ossos e transformou todo o anseio em escuridão completa e total.
Dentro do silêncio daquela estranha quarta-feira, Nöradath tirou o cadáver da água.
Frio, botou os olhos sob a figura lôbrega, pensando que talvez não fosse má ideia usá-la um pouco.
Talvez não fosse uma péssima ideia usá-la um pouco.
Mas ele não conhecia Helina Groover.
Nem nenhum de seus motivos.

Literatura Brasileira / Romance / Terror




Resenha:



O que você faria se descobrisse que desperdiçou todo o seu precioso tempo de vida se dedicando apenas ao trabalho? Você sempre achou que teria tempo depois para aproveitar a vida, porém o depois para você já é não é mais possível. Agora você se vê doente e seu tempo está contado, você sabe que daqui por diante você só definhará até que tudo que restará de será o sofrimento e à espera de que tudo acabe de uma vez por todas.

"Eu falhei completamente comigo mesma e esse foi o meu maior arrependimento. Nunca ter sido feliz... Sempre pensei no amanhã, nunca no hoje."

Então a solução óbvia vem em um único pensamento: se irei morrer, pelo menos eu quero decidir a hora e não ficar a mercê de uma doença devorando meu corpo, foi isso que Helina decidiu ao subir no alto da ponte, ela iria se matar antes que o câncer a matasse e levasse também um pouco de todos que à amavam, era essa a decisão, mas um lampejo de consciência no fim fez com que ela desejasse do fundo do seu coração uma nova chance, recomeçar...

"Um arrependimento que engoliu-lhe a alma antes que chegasse à água e só naquele instante, percebeu que era necessária maior coragem para enfrentar a vida do que a morte."

O que Helina não esperava era que sua prece seria atendida por um demônio, e seria dado duas escolhas: Ir direto para o inferno pela eternidade ou fazer um pacto com um demônio e ser sua escrava. Não parecia ser uma escolha muito justa, sem muita alternativa Helina vira escrava de Nöradath e é obrigada a corromper e manipular as pessoas à cometerem pecados.

"Se ficar, será usada por mim, da maneira que eu quiser. Se for, será usada pelo inferno inteiro pela eternidade."

Helina e Nöradath não sabem é que as vezes o ódio pode se transformar, a convivência se transforma em dependência, logo essa dependência vira algo que os dois julgam impossível
Um demônio não é digno de nenhum sentimento, e os que ousavam se apaixonar eram fadados à destruição...

"Pela primeira vez na vida, o coração disparou. Ele nunca tinha o sentido bater daquele jeito, e soltou Helina como se soubesse, no fundo mais fundo, que ela era a verdadeira e única culpada por aquilo. Ambos pareciam ter encarado a coisa da forma errada. Helina por ter sentido o toque e Nöradath por ter tocado"

Como será que essa história irá terminar?!

A escrita da autora é fluída, inteligente, instigante faz você odiar e amar os personagens pela intensidade que foi dada a cada um deles, você se vê mexida e confusa querendo torcer pelo "casal" mais improvável do mundo. Helina tem uma personalidade forte, mas acima de tudo ela é humana e tem as suas fraquezas a teimosia, e sua obstinação faz com que torçamos por um final "feliz" para ela, já Nöradath à princípio é um ser odioso, frio, mas aos poucos vai revelando um lado mais "humano".

― Acha que demônios são dignos de algum amor? A resposta é não. Não temos a chance de escolher. Assim que o sentimento nos atinge, começamos a ficar doentes. Cada vez mais e mais doentes... Até morrermos.

Não consegui identificar se o livro é um suspense ou um drama com pitada de fantasia, o livro não é para termos medo, na verdade foi um estilo totalmente novo, um romance as avessas? Enfim gostei demais da história totalmente inusitada  que a autora nos apresentou, inclusive o final surpreende por ser completamente inesperado.

Eu o li em ebook, e teve algumas falhas na revisão que não chegaram a atrapalhar no andamento leitura ou na credibilidade da história.

Recomendado esse livro para todos os leitores que gostem de histórias criativas com anjos e demônios, e com romance inusitados, inteligentes e imprevisíveis.

Nota: 4/5 (Muito bom)

Sobre a autora:


Southward River


Eu comecei a escrever com 12 anos. Louca por Stephen King e Lovecraft, sempre amei terror e mistério, horror e claro, romance! Apenas há pouco é que decidi por começar a levar o que eu escrevia para outras pessoas então pode-se dizer que sou nova nisso. Eu amo pizza de rúcula, doida por café e chocolate e coca-cola e escuto e Behemoth (nao me julguem ok, eu tambem gosto de Lana Del Rey e Selena Gomez) e adoro escrever polêmicas, então não pode esperar menos do que bizarrices nos meus livros. Bizarrices no bom sentido ok, sou uma pessoa séria apesar de tudo, rsrsrs. Gosto de gatos, e de cachorros, e de cavalos, e de boas amizades e um amor gostoso, e tenho tudo isso, graças ao que for que estiver tecendo nossas vidas lá em cima! E escrevendo eu continuo a viver! \o









Então é isso. Gostaram, amaram, adoraram ou acharam morninho??
Não esqueçam de digitar sua opinião. Pô, qual é? Maior trabalho de montar essas postagens e vocês nem tchuns!
Vamos lá, nem dói. Uns minutinhos aí e deu...
Beijocas e até mais!!

~Giu~


2 comentários:

  1. Meooooo... Adorei ver essa resenha, eu li esse livro ano retrasado e adorei. Li em ebook também, não gosto, mas valeu por esse livro. Quero físico.
    É o final eu adorei também. Super amei a resenha. 😍❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mirosmar, obrigada mesmo! Não deixe de ler Sentimento Solúvel, Sentimento Volúvel e Nove Vidas, que fazem parte do mesmo universo (apesar de serem histórias independentes, exceto solúvel e volúvel, uma duologia) É muito bom e gratificante saber que gostou e adorou Pacto, fiquei muito feliz! Muito obrigada pela chance de ser lida!!

      Excluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.