[Resenha Nacional] O despertar do Lírio- Babi A Sette

Olá, queridos Clubenautas!

Voltei de novo!
Gente, estou amando esse mês de setembro. Estou na minha terceira leitura e ainda temos muitos dias pela frente. Pode parecer pouco, mas andava tão travada que só Jesus na causa!
Enfim, li o livro “O Despertar do Lirio” da Babi A. Sette, e mais uma vez, fui arrebatada de amores. Terminei o livro com um sorriso no rosto e muitas lágrimas que desciam sorrateiras de felicidade!



O Despertar do Lírio
Flores da Temporada # 2
Babi A. SetteISBN-13: 9788542807981
ISBN-10: 8542807987
Ano: 2016 / Páginas: 382
Idioma: português
Editora: Novo Século

Lilian Radcliffe é uma jovem viúva e está feliz com sua vida isenta de emoções. Culpa do luto que não larga? Lilian jurou fidelidade ao marido no leito de sua morte.
Paralelo a isso, conhecemos Simon Thorn, homem frio e libertino, dono da maior casa de jogos de Londres. Ele está a um passo de realizar seu plano de vingança contra o culpado pelo título de assassino que recebera anos atrás. O problema é que o canalha está morto e ele terá de usar a sua viúva recatada a fim de atingir seus objetivos.
De um lado, ela precisa manter sua honra intacta; de outro, ele quer seduzi-la e desmoralizá-la. No entanto, Lilian nunca se sentiu tão vulnerável e atraída por um homem. E Simon, por sua vez, demonstra reações ao lado dela das quais nunca imaginara ter. A vingança e a honra se abalam quando nasce entre ambos uma paixão incontrolável. Mas, para ficarem juntos, terão de enfrentar segredos e mágoas profundas, um castelo trancado há seis anos, palco de uma morte misteriosa e, sobretudo, encarar os fantasmas do passado que assombram suas consciências.



 Resenha


Essa história faz parte da série Flores da Temporada , e nesse segundo livro é a vez de conhecer  um pouco mais sobre Lilian, que é a  irmã mais nova de Kathelyn (do primeiro livro A Promessa da Rosa). Ela se casou com seu primo Rafael (que tivemos desprazer de conhecer no primeiro livro) aos dezesseis anos, após o escândalo envolvendo a sua irmã. Agora, com vinte e dois anos, era uma viúva muito recatada e com noções de virtude que a impediam que tivesse ou almejasse relacionamentos amorosos. Vive apenas para cuidar de seu filho e das propriedades herdadas do seu finado marido.

Lilian, além de tudo, tem um coração gigante e o seu senso de ajuda ao próximo, seja ele humano ou animal, sempre acabam falando mais alto. Então, quando ela recebe um pedido desesperado da mãe de  sua jovem amiga Anabelle para ir a uma viagem a fim de convencer a moça a não arruinar a sua reputação e de toda a sua família com uma paixão por seu professor de piano, sente uma similaridade da história com a sua própria. Como tem carinho grande pela moça, decide ir nessa viagem campestre por vinte dias para tentar ajudá-las.

Simon Thorn é um libertino charmoso, dono de uma das casas de jogos mais famosas de Londres. Ele e sua ambiciosa e astuta amante Anne Stone (que é fria e vingativa como uma pedra), também irão a essa viagem, porém, o que ele procura na casa campestre de sua tia não é diversão, e sim, uma oportunidade de vingança. Ele é visto por todos como Barão assassino, pela morte repentina e misteriosa de sua esposa. O suposto e verdadeiro culpado, Raphael Radcliffe está morto, o que o leva a querer se vingar em Lilian, que é a sua viúva. Seu plano é seduzir, humilhar e desvirtuar Lilian. Sua amante também vai com o mesmo propósito,mas o objeto de sua vingança não é Lilian, mas a jovem debutante Anabelle. Sua vingança ainda soa pior, pois é movida apenas por diversão, o que já nos dá uma prévia do que virá pela frente... 


Logo no primeiro encontro, Lilian percebe que esse charmoso e misterioso homem tem um lado sombrio, mas ela se sente inexplicavelmente atraída, como se ele fosse uma pessoa que precisasse de sua ajuda. Ela se sente muito mal pela maneira rude e cruel com que todos o tratam e mesmo com a fama de libertino e quebrando todos os protocolos sociais da época, vai crescendo entre eles uma amizade.

Os sentimentos de nosso adorável “barão assassino” vão crescendo sem controle. Era apenas por vingança, mas, e essa vontade louca de tomar a dama pra si, de onde vinha? E como controlar esse desejo? Ele, um homem tão experiente e vivido, que se julgava imune a esses sentimentos, fica completamente abalado pela força dessa atração. Ele esperava uma mulher fria, recatada e totalmente movida as convenções sociais, não uma mulher que por baixo daquela roupa cinza e aparente postura impécavel, houvesse uma mulher doce, decidida e com coração gigante. E a nossa bela recatada viúva que jamais almejou se apaixonar na vida, aprenderá que a única certeza que temos é que a vida é cheia de surpresas.

Será que ele desistirá de sua vingança? Ou será que ela cairá na armadilhas de sedução do barão?
E a morte da esposa de Simon, por que o barão acusa Raphael?
Não vou contar mais que isso no resumo, porque acho que perderia toda graça. Tudo que eu disse acima está sem spoiler, e está na sinopse.



Minha opinião crítica.


O que dizer dessa história? Meu Deus do céu eu sou fã da Babi. Ela sabe como ninguém te levar pelas mãos para uma viagem ao passado. Nos sentimos naquela época, e é quase possível ouvir o barulhos de carruagens, farfalhar de vestidos e a música dos bailes.

Os personagens são tão bem construídos. Temos uma jovem viúva que luta o tempo todo entre ouvir o seu coração ou fazer o que é mais prudente, principalmente para preservação de sua imagem pelo seu filho. No começo, ela é o retrato da dama recatada, mas aos poucos vai se soltando e ganhando vida, nos fazendo dar boas risadas com seu jeitinho um tanto quanto atrapalhado e audacioso.  Ela tem uma inocência graciosa, (e olha, que sou uma pessoa que sou crítica com relação a inocência exacerbada de mocinhas), mas ao mesmo tempo que Lilian é inocente, é astuta em muitas situações. Essa dosagem fez dela uma personagem carismática e humana, com defeitos e virtudes, que nos faz ter empatia. Acompanhamos o seu desabrochar de recatada a feminina sem correntes ou pudores.

O Barão é outro personagem que nos deixa o tempo todo com dúvidas sobre a sua índole, aliás, acho que foi uma jogada de mestre, pois o tempo todo assumi a visão da Lilian, e amava ou odiava em proporções iguais, acreditava ou desacreditava em suas intenções.. Simon tem um passado triste, uma ferida profunda que vai fazer com que todas as suas atitudes sejam no mínimo justificáveis ou perdoáveis. Ele foi tão massacrado pelas pessoas que aprendeu a oferecer aquilo que lhe deram: indiferença, desprezo e sarcasmo e passou a ser aquilo que acharam que ele era: Um homem frio e calculista. De tanto fingir, ele mesmo acabou acreditando em sua própria mentira.

O livro é um prato cheio de emoções. Às vezes estamos em um mar de calmaria, nos derretendo e suspirando, e de repente, a autora traz uma tempestade e arrasta nosso coração junto. Eu sorri, me apaixonei, odiei, chorei e tive vontade de dar uns sacolejos em alguns personagens. Também descobri segredos devastadores e vi os personagens cutucando velhas feridas e fiquei com coração do tamanho de uma ervilha por eles.

Babi tem uma escrita delicada, gostosa que flui naturalmente, fisga o leitor e captura até que você ao chegar ao final do livro, suspira e quer voltar a ler tudo novamente para não ter que dizer adeus, afina,l nunca estamos prontos para despedidas dolorosas. A autora nos proporciona também nessa obra, uma escrita ainda mais sensual e viva, sem ser vulgar ou perder o romantismo. Eu diria que a sensualidade esteve sempre na medida certa. Quando o livro termina você se encontra totalmente apaixonada, acreditando piamente que o amor existe e que ele pode mudar as pessoas e o mundo a nossa volta, e que não importa a situação ou o quanto sua vida tenha sido difícil. O trauma, a dor e a vingança jamais serão mais forte que esse sentimento maravilhoso.

Me emocionei quando as guardas dos personagens foram abaixando uma a uma, e, aos poucos, eles iam mudando, amadurecendo e assumindo seu verdadeiro lado. Foi maravilhoso rever personagens tão queridos de "A promessa da rosa" como (meu amor) o duque Arthur e a agora, a duquesa Kathelyn. e, de de brinde, ainda ver um pouco mais do desenrolar da história do casal.

Parte técnica: Mais uma vez a editora novo século caprichou! A revisão do livro está impecável, não percebi nenhum erro, a diagramação é simples e ao mesmo tempo delicada. Cada começo de capítulo era contornado por desenhos de lírios em preto. As folhas são em papel pólen, e a fonte e tamanho são muito confortáveis para a leitura.

A capa é lindíssima #pracegover: centralizado temos uma mulher deitada como se estivesse adormecida com um vestido de festa rodado feito de lírios rosas, liláses e brancos em um fundo  que lembra um tapete de flores roxo. O título é escrito em letras estilizadas em alto relevo, abaixo temos o nome da autora, o nome da série e no canto direito a logo da editora.

Recomendo esse livro para todos amantes de boa escrita, histórias deliciosas, sensuais e apaixonantes, que gostam de viajar pelo passado de corpo e alma, sem medo de deixar o seu coração pelo caminho.

Quero agradecer a autora Babi A Sette pela parceria incrível, pela paciência, carinho e dedicação com os seus leitores. É um imenso prazer ter podido resenhar mais um de seus maravilhosos livro em nosso blog.
Obrigada, obrigada e obrigada!!!
Nosso blog e meu coração sempre estarão com as portas abertas pra ti.
Muito sucesso!

Quer ter um petisco da Obra???
Acesse AQUI e leia o prólogo + o primeiro capítulo 




S O B R E  A A U T O R A

BABI A. SETTE começou a escrever romances há quatro anos e não parou mais. Seu livro de estreia, Entre o amor e o silêncio, publicado pela Novo Século, teve a primeira edição esgotada em poucos  meses. Em seguida, lançou A promessa da rosa, primeiro romance de época, parte da série“Flores da temporada”. Formada em Comunica- ção Social, sente-se metade psicóloga, metade socióloga. Ama  viajar, conhecer pessoas e descobrir lugares. Apaixonada por romances de época, jura que viveria feliz também no século XIX. Atualmente, mora em São Paulo com o marido, a filha, o cachorro, o gato e seus  personagens.



Contato com a Autora Babi A. Sette: 
D E S T A Q U E S

Melhor autora nacional de romance de época da atualidade.

Autora nacional membro do RWA – Romance Writers of America.

Autora também dos sucessos„ Entre o amor e o silêncio e A promessa da rosa. 

LIVROS RESENHADOS AQUI NO BLOG:  



SITE FACEBOOK - TWITTER - YOUTUBE - INSTAGRAM


E você leitor, já leu algo da Babi ou pretende ler?
Gostaram da resenha?
Não esqueçam de comentar!
Beijos e até mais!
Giu

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.