Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Mundo de Zack] Book Haul- Agosto/Setembro

Hey povo,  sempre que possível eu busco me desafiar com relação as leituras realizadas dentro de um prazo pré definido . Estabeleço algumas metas mensais e separo alguns livros que chamaram minha atenção, seja por conta da capa, sinopse, autor, ou qualquer outro fator. Hoje decidi compartilhar com vocês a minha meta para o mês de Agosto e que ira se estender até setembro, separei 5 livros. Não sei se conseguirei ler todos dentro do prazo, afinal,com o retorno das aulas meu tempo ficou um tanto quanto escasso, mas tentarei  ler o máximo possível.





1- O livro que escolhi para começar o mês é " Como (quase) namorei Robert Pattinson". Eu simplesmente adorei a sinopse, achei bem chamativa e interessante, porém, ao meu ver, a capa deixou um pouco a desejar. Vou sair completamente da minha zona de conforto ao ler o livro em questão, mas como gosto de um bom desafio, não custa nada inovar um pouco. Vamos ver no dá rsrsrsr :)


Sinopse-Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente.


2- O segundo livro que escolhi é o "Garota interrompida", uma amiga me recomendou o livro em questão e admito que estou bastante ansioso para começar a leitura. Sempre gostei de um enredo carregado com um bom drama e acho que nesse quesito o livro não vai me decepcionar. Mas vamos esperar e ver no que dá rsrsrsr



Sinopse-Não saber o que quer ser não é uma opção. Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Kaysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era algo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma.
Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é a sanidade? Garotas interrompidas.
Um relato pessoal, intenso e brutal que nos faz refletir sobre nosso papel na sociedade, Garota, Interrompida é uma leitura obrigatória, que inspirou o filme homônimo sucesso de bilheteria que concedeu a Angelina Jolie seu papel mais importante e o Oscar de melhor atriz coadjuvante. 



 3- " Um gay suicida em Shangri-la" O livro é escrito pelo Enrique coimbra, um youtuber MARAVILHOSO, esse foi o motivo que me levou a adquirir o livro, admito rsrsrs. Mas a sinopse também me chamou bastante atenção, assim como o titulo e a capa. Resumindo, adorei o conjunto todo rsrsrs. Só espero que a história seja tão boa quanto os fatores externos da obra :)


Sinopse- Em vez de se entregar à depressão após sobreviver a uma falha tentativa de suicídio, Eduardo pensa: "se cheguei no extremo de tirar minha própria vida, por que não faço tudo que quero sem receios?". Com isso em mente, abandona São Paulo e a família opressora, deixa o namorado preconceituoso para trás e pede carona até chegar na cidade Estrelas, interior do estado do Rio de Janeiro, em busca de novos motivos para se interessar em viver: as primeiras amizades sinceras, a família que nunca teve, novos medos e a possibilidade de um romance inteiro com outro homem. Na jornada à própria Shangri-la, verá que alguns fantasmas são impossíveis de despistar, não importando quantas caronas peça. O terceiro livro de Enrique Coimbra ilustra o renascimento de um jovem, aos 21 anos, que se privou de quem era por medo de enfrentar o que queriam que ele fosse. O que alguém que abdicou da própria existência tem a perder? O que um garoto que nada possui tem a ganhar?



4- "Precisamos falar sobre o Kevin"  será o quarto livro que irei ler dentro do prazo estipulado. Assisti recentemente a adaptação e fiquei maravilhado com o enredo, espero não me decepcionar com o livro.


Sinopse- Para falar de Kevin Khatchadourian, 16 anos – o autor de uma chacina que liquidou sete colegas, uma professora e um servente no ginásio de um bom colégio do subúrbio de Nova York –, Lionel Shriver não apresenta apenas mais uma história de crime, castigo e pesadelos americanos: arquiteta um romance epistolar em que Eva, a mãe do assassino, escreve cartas ao marido ausente. Nelas, ao procurar porquês, constrói uma reflexão sobre a maldade e discute um tabu: a ambivalência de certas mulheres diante da maternidade e sua influência e responsabilidade na criação deum pequeno monstro. Precisamos falar sobre o Kevin discute casamento e carreira; maternidade e família; sinceridade e alienação. Denuncia o que há de errado com culturas e sociedades contemporâneas que produzem assassinosmirins em série e pitboys. Um thriller psicanalítico no qual não se indaga quem matou, mas o que morreu.Enquanto tenta encontrar respostas para o tradicional onde foi que eu errei? a narradora desnuda, assombrada,uma outra interdição atávica: é possível odiarmos nossos filhos?
5- Ocupando o ultimo lugar na minha lista de leituras vem "Mosquitolândia" confesso que decidi ler ele apenas pelo titulo curioso rsrsrs. Gostei bastante da capa, algo um tanto quanto jovial, gosto de coisas assim. A sinopse não me chamou muito a atenção, mas vamos ver no que dá kkk

Sinopse-Após o inesperado divórcio dos pais, Mim Malone é arrastada de sua casa em Ohio para o árido Mississippi, onde passa a morar com o pai e a madrasta e a ser medicada contra a própria vontade. Porém, antes mesmo de a poeira da mudança baixar, ela descobre que a mãe está doente.Mim foge de sua nova vida e embarca em um ônibus com destino a seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, e acaba encontrando alguns companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho. Quando a jornada de mais de mil quilômetros toma rumos inesperados, ela precisa confrontar os próprios demônios e redefinir seus conceitos de amor, lealdade e sanidade.Com uma narrativa caleidoscópica e inesquecível, “Mosquitolândia” é uma odisseia contemporânea, uma história sobre as dificuldades do dia a dia e o que fazemos para enfrentá-las.



Vou ficando por aqui :) Espero que tenham gostado, não deixem de comentar *-* quero saber tudo rsrsrsr Já leu algum dos livros citados? se sim, o que achou? Também aceito recomendações. Fiquem com Deus e que Raziel os proteja.







Texto: Zaqueu José.
Imagens: Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.