Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Nacional] Toda Prosa - Adriana Syodor

 Olá Clubenautas.

Semana passada estava desanimada e um pouco triste, nem ler estava conseguindo. Então, eu peguei um livro que considerei mais leve, vi a capa amarela com uma mulher com uma aparência tão liberta, tão leve e disse é hoje que vou te ler!
O "toda prosa" faz parte do projeto "Divulga livros" que nosso blog apoia e participa.

Vou contar mais, cola em mim!


Adriana Sydor, toda prosa é um livro de crônicas escritas em primeira pessoa e que falam sobre diferentes assuntos: insônia, lembranças, faxina, vizinhos, despedidas, piquenique, acampamento, chuva, amizade, filhos e outros tantos elementos presentes em nosso cotidiano. As crônicas foram tiradas do blog da autora, Mil Compassos, e conversam com o leitor de forma poética e descontraída.




Resenha.

Quando peguei esse livro, achei que eram algumas Crônicas simples, e que  as leria aos poucos. Ledo engano, fui devorada por todas em algumas horas. O livro é fino, infelizmente, mas traz textos de uma riqueza e sensibilidade que emocionam.

Conheci a autora através do projeto "Divulga Livros", mas não fazia ideia de como ler suas palavras me faria tão bem. Na obra têm vários pequenos textos, com o sentimento da autora transbordando em palavras. Tudo na visão de Adriana vira motivo para escrita, desde a sua paixão pelo mar, um papo descompromissado na rua, o tempo, o clima, as palavras, Curitiba (sua cidade), tudo é tão natural e gostoso que você sem querer se pega meio que íntimo da autora.

O livro é escrito em primeira pessoa, e, a cada texto é como se ela contasse em um diário a poesia contida em sua vida. Ela não se auto intitula poetisa, porém seus textos são tão delicados e poéticos, que com certeza eu diria que Adriana Syodor é uma poetisa nata.

Eu bebi avidamente cada palavra, cada texto, com gosto, com sede. E me serviu de bálsamo, naquelas preciosas horas só existiu eu, um livro amarelo e as palavras.
A parte técnica do livro está simples, porém condiz com o conteúdo, a capa amarela remete a vida, ao sol que a Adriana tanto ama, a mulher com os braços abertos que parece voar guiada por pássaros remete a liberdade. 

A parte interna é simples, folhas amareladas em tom sépia deixaram a leitura mais leve e menos cansativa, erros gramáticas não encontrei (tirando a parte que a autora se despe de algumas regras ortográficas com toda licença poética que lhe é devida, isso inclusive dá mais um tom de leveza ao livro e nenhum momento incomodou). Podemos observar alguns rascunhos da autora que foram colocados no decorrer das páginas, com alguns textos e desenhos feitos por Adriana e que deu um ar de diário e proximidade.

O livro durou uma tarde, me deixou um gosto doce de melancolia, mas fico feliz de saber, que assim como um bom amigo, ele me aguardará de braços abertos quando a saudades bater.


Quero agradecer a oportunidade de poder ter lido essa obra, me fez tão bem que com certeza se tornou um dos meus favoritos.
Recomendo para todos que gostam de Crônicas leves, poéticas, bem humoradas e saudosas. Um livro que fala com o coração, e traz a sensação gostosa do calor do sol em dias de muito frio.

Sobre a Autora
"tenho pressa, mas quero que a vida passe devagar.não entro sem ser convidada e preciso de, pelo menos, cem insistências diferentes.entrego, fortuna preciosa, o amor aos amigos, mas exijo permanente devolução.leio o mesmo livro várias vezes e deixo muitos pela metade. tenho pessoas inteiras na vida e outras vão ficando aos pedaços.comecei a ver novela, gosto de ir ao futebol, não me interesso por festas, sempre escuto música e leio poesia em voz alta.no supermercado procuro o que tenho vontade na hora, em casa preciso ir ao supermercado.estou cercada de gente boa e, como todo mundo, caminho sozinha.contradição é o meu nome: manhã, tarde e noite, 786 emoções diferentes. tenho o que cada momento me dá e sinto tudo o que ganho.já entendi que a vida passa num estalar de dedos e isso me revolta.não gosto de ficar velha, flácida, feia, grisalha, mas me orgulho dos anos vividos, das emoções sentidas, do caminho percorrido. talvez fizesse tudo de novo, talvez até com as mesmas pessoas.quero todos os dias passear pela praia antes que seja tarde – temo pelos descuidos do entardecer.sou frágil feito flor em dia de tempestade, agarrada ao caule resisto.não vivo mais sem celular e internet, mas vez ou outra faço questão de esquecê-los. gosto quando o telefone toca na bolsa e eu ouço sem saber e sem atender: a sensação de domínio e libertação!não me fissuro em pretensões de riqueza, mas minhas vontades custam a grana que não tenho, que nunca terei. conheço a frustração do sonho não realizado.jactância de transformar o mundo, arrogância de mudar pessoas, bazófia de criticar. no íntimo, me recolho e sei do meu tamanho: pequenino grão de areia, corisco no caos.creio em Pixinguinha, em Van Gogh, em García Márquez, em Fernando Pessoa porque acredito na beleza como profilaxia.no mais, tenho pensamentos secretos e sonhos que encheriam um caminhão."

muito prazer, Adriana Sydor.

Fale com a Autora


Então, é isso pessoal.
Brevemente traremos mais novidades desse projeto super legal que é o Divulga Autor.
Beijos grande.

Giuliana

7 comentários:

  1. Oie,

    gente que delícia de ideia e que delícia de livro.

    Sei bem como são os dias que acordamos sem vontade de nós, mas fico feliz que você se encontrou novamente com esse livro fofo e instigante. Intenso e leve. Divertido e revigorante.

    Linda resenha e excelente dica.

    Bjsss
    Bel Góes

    ResponderExcluir
  2. Oi, meninas, oi giuli!
    Amei que você tenha gostado tanto do livro. Quando li a primeira resenha dele, alguns meses atrás, a outra blogueira não gostou tanto, por ter pouca história em si. Eu achei que ela não entendeu o livro (e olha eu eu NÃO li). Você parece ter captado a sua essência... A diagramação é fofa! Que bom que foi uma leitura que te ajudou naquele dia!... bj!

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu já conhecia o livro mas ainda não tive o prazer de lê-lo. Acho a capa meio estranha, mas não sei dizer se é certinha para o livro, como ainda não li não vejo muta concordância. Eu gosto de crônicas e contos, poesias e poemas e acho que esse livro me agradaria bastante Sua opinião sobre ele me deixou bem curiosa.

    ResponderExcluir
  4. Olá, que livro fofo...

    Eu ainda não conhecia e fiquei curiosa pra ler também. Não curti muito a capa, mas como adoro contos e crônicas acho que vou gostar da leitura.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Olá... tudo bem??
    Nossa que legal esse livro... não tenho o costume de ler crônicas, mas confesso que fiquei bem curiosa por este... adoro livros que contem ilustrações, por mais simples que eles sejam... curti aqui cada pedacinho que falou dele... percebi o quanto gostou e falou animadamente... pelas imagens deu pra ver que pode ser uma leitura realmente muito gostosa e com textos inspiradores... parabéns... xero!

    ResponderExcluir
  6. Simeia Silva05/05/2016 17:35

    Oi, é uma delicia quando um livro nos faz sentir assim. Eu sou suspeita pra falar porque amo livros de crônicas, contos e poesias, sempre me fazem descansar durante a leitura, apesar de alguns textos nos gêneros serem bem densos. Enfim, curti demais a capa e pela sua resenha as crônicas falam com a gente.Adorei.

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Muito bom quando estamos desanimadas, pegamos um livro sem pretensão nenhum e ele surpreende. Fico feliz que gostei e você aproveitou cada palavra.
    Amei a capa, bem convidativa
    beijos

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.