Um dia de cada vez - Courtney C. Stevens RESENHA

Olá meus amores!!

Esse livro foi outro grande achado, quando a SUMA DE LETRAS anunciou ele eu pirei com a sinopse...
Achei que ia ser uma daqueles livros DE TIRAR O FÔLEGO de tão bom.....E foi, para nossaaaaa Alegria!!!
 A autora COURTNEY Com escrita que alcança a todos os públicos desde os mais jovens aos mais velhos aborda com sensibilidade e tato uma história dramática e apaixonante.
A autora trás a história de uma adolescente tentando superar um grande trauma em sua vida..
Sem mais delongas, vamos direto ao que interessa...

PS: O ruim é que a continuação com o MENINO KI SUCO, BODDE LENNOX ainda não foi publicado no Brasil, mas assim que tivermos notícias colocaremos no BLOG 

OBS: Por se tratar de um tema de violência e traumas aconselho essa leitura para maiores de 14 anos e PRINCIPALMENTE para todos os Pais e Mães por ai a fora... Seus filhos podem estar passando por isso!!!

PONTOS ABORDADOS: CONFIANÇA, TRAUMA, AMIZADE E AMOR.

Vale dizer que no final do livro a autora deixa claro a familiaridade da história de Alexi com sua vida,  e deixa uma mensagem a todas as ALEXIS que existem por ai....

Vale muito a pena ler!!!


Um Dia de Cada Vez
Courtney C. Stevens
Sinopse: Alexi Littrell era uma adolescente normal até que, em uma noite de verão, sua vida é devastada. Envergonhada, a menina começa a se arranhar e a contar compulsivamente uma tentativa de fazer a dor física se sobrepor ao sofrimento que passou a esconder de todos. Ela só consegue sobreviver ao terceiro ano do ensino médio graças às letras de música que um desconhecido escreve em sua carteira. As canções parecem adivinhar o que o coração de Alexi está sentindo.

Bodee Lennox nunca foi um adolescente normal, mas agora é o menino que teve a mãe assassinada pelo pai. Em seguida, ele vai morar com os Littrell, e Alexi acaba descobrindo que o Garoto Ki-Suco, o quieto e desajeitado menino de cabelos coloridos, pode ser um ótimo amigo.

Em Um dia de cada vez, Alexi e Bodee, ao mesmo tempo em que fingem para o resto do mundo que está tudo bem, passam a apoiar um ao outro, tentando viver um dia de cada vez.




Fingindo ser normal....

Essa é a história de ALEXI, e de como um sorriso por trás de um rosto aparentemente feliz pode guardar muitos segredos e dramas. 
A vida dela muda para sempre depois de um grande trauma sexual, e com isso ela segue tentando fingir para todos que a vida dela é perfeita...

Alexi tem 16 anos e  é querida por todos, mas ninguém sabe o que se passa por trás da fachada que ela montou, ela tem duas melhores amigas, mas ela não consegue se abrir com ninguém e a única fuga é se machucar até a dor seja maior que seus medos.
Um dia ela vai para a escola e está muito triste e ao sentar em sua cadeira de costume encontra uma letra de música em sua mesa, ela se surpreende com a letra que mexe inteiramente com seus sentimentos, como se pessoa que tivesse escrito a entendesse e soubesse o que ela está passando, e que foi algo feito não do acaso e resolve responder com outra, e assim começa uma amizade e uma amor platônico onde as palavras são músicas que se encaixam sempre perfeitamente com sua vida e seus dramas...
O mistério segue até o fim do livro e é surpreendente como a autora conta quem é o MISTERIOSO HOMEM LETRA!!!
  
Um dia seu destino cruza com o do menino BODEE LENNOX, o menino que vivia escondido como sombra, e que pintava seus cabelos com KI SUCO passa por uma terrível perda e isso une o destino dele e de ALEXI para sempre.....  
Duas histórias, duas vidas e dois traumas....

Nesse livro a autora abordou um tema delicado e terrivelmente "Comum", e por que digo terrivelmente comum? Todo mundo conhece alguma pessoa que já foi vitima de alguma violência sexual, não adianta negar isso não faz a verdade desaparecer. 
O que podemos fazer é nos sensibilizar de que isso não pode ser tratado como "Normal" e sim temos que dar voz as vitimas, afinal só quem passou por isso ou tem alguém que ama que já passou sabe o quanto esse trauma pode afetar uma vida para sempre, não podemos fechar os olhos e tentar fingir que não vimos ou que não aconteceu e seguir em frente, isso na teoria é fácil dizer e na prática é como tentar levantar toneladas de concreto no coração.

Esse livro é uma mostra de como uma vida pode se desestabilizar até que a ela mesma queira se ajudar, e encontre no caminho pessoas que a apoiem e a amem o suficiente para tentar guiar ao caminho da cura... 

Não vão sumir as marcas, mas é mais fácil viver com uma cicatriz do que com uma ferida aberta.

Pais entendam os sinais e pedidos silenciosos de socorro dos seus filhos, amigos apoiem e família nunca julgue... 
Só quem viveu isso sabe e pode saber o que é, só quem teve ou tem um monstro dentro do armário sabe o peso dessa dor.
A autora no fim ainda dá um consolo as vitimas desse tipo de agressão é como um abraço no escuro de uma pessoa que entende e que conhece os medos de quem viveu esse pesadelo...
Siga seus conselhos e se liberte, ela conseguiu e qualquer pessoa pode também, ninguém pode tirar mais da sua vida sem sua permissão, essa é a mensagem. Linda mensagem... 

É isso... Recomendo muito, principalmente para saber ver com novos olhos as vitimas e seus agressores que pode ser qualquer um desde o bom velhinho da esquina, a uma pessoa próxima a família...

Desejo que se você passou por isso sinta meu abraço silencioso!

Classificação: Favorito

Quando penso em Alexi e Bodee essa é a Trilha sonora...


Seether - Broken ft. Amy Lee (Legendado-Tradução)



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.