Chá de Sumiço - Resenha




Chá de Sumiço - Marian Keyes



Sinopse: Helen Walsh não vive um bom momento. O trabalho como detetive particular não vai bem, o apartamento foi tomado por falta de pagamento e um ex- namorado surge com uma proposta de trabalho: encontrar o desaparecido músico da Laddz, a boy band do momento. Precisando do dinheiro, ela se vê forçada a aceitar, o que causa uma confusão em sua cabeça ao conviver com o ex e precisar acalmar o atual namorado. Ao tentar seguir suas próprias regras, Helen será arrastada para o mundo complexo, perigoso e glamoroso do showbiz, percebendo que seu pior inimigo ainda está por surgir. Irresistível, comovente e muito engraçado, Chá de sumiço é diferente de todos os romances do gênero, e a protagonista – corajosa, vulnerável e dona de uma língua afiadíssima – é a heroína perfeita para os novos tempos.



Trechos Marcantes

"Ás vezes os homens choram, isso não é ilegal." 
"Favores são como dinheiro vivo: Não podem ser gastos com coisas inúteis."
“Passei uma boa quantidade de Merthiolate, mas logo me arrependi de ter usado o antisséptico, pois isso diminuiria minhas chances de pegar gangrena e ser obrigada a ter a cabeça amputada.”
“Fui dominada pelo pensamento horrível de que pudesse ser minha culpa o fato de eu não ter nenhum amigo. Talvez, como disse Rachel, eu tivesse mesmo uma pecinha faltando. Por que será que eu não conseguia ser uma pessoa normal e ir à festa de reencontro da turma da escola? Em vez de sentir que seria mais agradável tacar gasolina no corpo e acender um fósforo? Só a ideia de brincar de ‘minha vida acabou sendo melhor que a sua’ com aquelas idiotas com quem estudei por cinco anos intermináveis já era insuportável para mim.”

Resenha:

Um pouco cansativo mas.... 

Bem essa é a história de Helen Walsh e se você espera a mesma Helen dos livros anteriores da família Walsh vai ficar um pouquinho decepcionada...Nesse livro ela já é uma mulher adulta, e é uma detetive particular com depressão...O livro não é ruim, é legal, a história é divertida sim como a maioria das histórias Chick lits, mas é um pouco cansativa....
Nesse livro ela tem duas missões encontrar um ex astro de rock perdido a tempo de um mega show de reencontro da banda e tentar submergir de sua depressão... O que é cansativo no livro é que em menos páginas a autora teria tido o mesmo efeito sem cansar o leitor com um monte de coisinha blá blá blá... 
Mas Marian Keyes é Marian Keyes e acho que nenhum livro dela eu poderia classificar como ruim...No fim o leitor acaba curioso com os dois finais o de Helen e o de Wayne, então se eu puder dar um conselho seria... Não espere uma leitura tão hilariante e tão Helen aos 19 anos, espere uma versão Helen deprê ácida e sarcástica.... Mas eu não me arrependi de lê-lo, é ao mesmo tempo reflexivo de como as vezes uma pessoa mesmo a mais forte pode ta sofrendo com depressão sem ser vista ou entendida...Então eu classifico como uma leitura boa e light apesar de estendida...


Classificação: 





Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.