Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Internacional] Festa de Divórcio - Laura Dave

Olá Clubenautas!
Hoje nossa querida Fê está trazendo uma resenha de um livro para lá de "diferentão"!
O Nome do livro é "A Festa do divórcio" de Laura Dave, publicado pela Editora Bertrand Brasil.
Venha conosco ler mais essa super dica da Fê?
Let´s go!

A Festa de Divórcio  -  Laura Dave

ISBN-13: 9788528618082
ISBN-10: 8528618080
Ano: 2013 / Páginas: 292
Idioma: português
Editora: Bertrand Brasil

Ainda inédita no Brasil, Laura Dave estreia com o engraçado e diferente A festa de divórcio. Pelo tema abordado, o livro foi assunto de debate em vários fóruns literários, tornando-se sucesso de vendas. A autora está sendo considerada pela crítica especializada uma das possíveis sucessoras de Marian Keyes no gênero chick-lit.
A festa de divórcio conduz o leitor à vida de duas mulheres que se encontram nos extremos opostos do casamento, uma se divorciando e outra no momento de confirmação do relacionamento dos sonhos. Apesar de todas as diferenças – distância, condição financeira, idade – Gwyn e Maggie têm uma coisa em comum: ambas estão em uma encruzilhada e enfrentam as mesmas perguntas: até que ponto você deve se esforçar para ficar com a pessoa que ama? Quando é hora de desistir?
O best-seller de Laura Dave apresenta um costume cada vez mais comum nos Estados Unidos: a celebração do rompimento amoroso. Talvez para os brasileiros isso seja estranho, mas para o povo do país norte-americano, este momento, quando consensual, deve ser celebrado. Isso porque os envolvidos foram corajosos pela decisão e porque agora os dois poderão ser finalmente felizes, mesmo que com outras pessoas.
Laura chega à raiz das questões mais importantes e faz o leitor acreditar em todas as faces do amor, até a do divórcio.


"Salve Jorge": Cleo Pires grava cenas de festa de divórcio em boate



RESENHA
Que tal uma festa para comemorar o fim de um casamento de 35 anos? Isso foi o que me chamou a atenção quando vi a capa desse livro. Fiquei pensando como seria uma Festa de Divórcio? Como seria comemorar o fim do amor, da vida em comum, dos sonhos perdidos? Li a sinopse e fiquei ainda mais curiosa, peguei e me esqueci de ler por muito tempo, até que ontem resolvi ler e QUE DELÍCIA DE LIVRO! Ele não me arrancou gargalhadas, apesar de indicarem a autora como escritora de chick-lit, eu achei o livro profundo e cheio de reflexões importantes sobre a vida a dois.
O livro é narrado em terceira pessoa, mas dividido entre as cenas da Maggie e da Gwyn. Eu adorei as duas, mas a Gwyn me fisgou de um modo especial, porque eu a admirei como mulher e como pessoa. Ela estava casada com Thomas há 35 anos e ele resolve se separar por causa de um novo caminho que quer para vida dele, através do budismo. Só que existe um segredo que Thomas esconde e que Gwyn descobre, mas não conta a ninguém. Então ela planeja a Festa de Divórcio, que seria o último momento dos dois como um casal. Ela convoca os dois filhos, Georgia, grávida de um francês, e Nate, noivo de Maggie, que é a segunda parte da história.
Maggie está noiva de Nate e vai conhecer os sogros, Gwyn e Thomas, justamente na tal festa. Só que uma hora antes da viagem ela descobre um segredo sobre a família de Nate, segredo que a deixa de queixo caído, mas que não será o primeiro. Eles viajam para Mansão dos pais, casa que inclusive tem uma simbologia linda no livro. E lá Maggie se depara com outro Nate que ela não fazia ideia.
As duas mulheres estão em momentos confusos de seus relacionamentos e as passagens sobre como lidar com isso, me ganharam. Eu admirei a força de Gwyn e a honestidade de Maggie.
Algo que realmente me tocou, foi repensar o casamento. O que faz dar certo ou errado? Então esse quote se tornou fixo em minha cabeça:
“A parte importante é decidir permanecer. De novo e de novo. E, nos dias que não conseguir tomar essa decisão, evitar decidir algo diferente disso.”
Profundo não é? Sabemos como a taxa de divórcio é alta e cada vez mais casais se afastam por “incompatibilidade de gênios, de agendas, de vidas”. Só que o primordial do casamento é decidir ficar. Mesmo quando uma tempestade ameaçar sua casa sempre existe uma forma de continuar, basta que os dois queiram isso.
Gwyn tem seus motivos particulares para dar a festa. Motivos tão íntimos que doem quando a gente começa a entender o que essa mulher esperava com aquilo. Eu sofri pela Gwyn. Eu entendi a Maggie. E eu queria saber mais sobre o que acontece depois da tempestade. Só sei que existe sim vida após a chuva, existe o sol que volta a brilhar.
Esse livro me aproximou de mim mesma, ele me fez pensar sobre o que eu acredito e pelo que eu luto. É um livro forte, ao mesmo tempo em que fácil de ler, pois a leitura flui. Indico para quem é casado, para quem quer casar, para quem não quer. Indico para todos que se relacionam com quem quer que seja. Podemos comemorar o que é triste, podemos mudar os significados, mas podemos antes de tudo, descobrirmos a nós mesmos.

Curiosidade:

Eu acabei indo pesquisar sobre essas festas e elas realmente ocorrem. Existem rituais diferentes espalhados pelo mundo. Aqui no Brasil tem uma promotora de eventos que chega a organizar cerca de 70 Festas de Descasamento por ano!Caso vocês se sintam curiosos, segue o link de uma reportagem.AQUI

ColaborAutora Fê Friederick Jhones
Eu sou uma apaixonada por histórias e pessoas, minha primeira escolha então foi a Psicologia, as palavras sempre fazendo meu mundo ter mais sentido, palavra cantada, escrita, falada, eu amo qualquer tipo de arte. Sou uma boba que chora com dramas de amor, amo finais felizes e clichês românticos, gosto de torcer por personagens que só existem na minha imaginação e passo horas em mundos variados, criando-os ou conhecendo-os pela voz de outros. Escrevo porque preciso e não saberia viver sem isso, artigos, reflexões, frases, contos, poesias, romances, todos os meus pedaços que dou ao mundo. Sou mãe de uma lady peluda que se chama Belle e tenho um marido lindo chamado Deivid Jhones, de quem roubei o sobrenome. Nasci na terra do acarajé, mas moro na cidade do bolo de rolo. Prazer, eu sou a Fê!

Contato nas Redes Sociais com a Autora:

FACEBOOK -  WATTPAD -  TWITTER - SKOOB -  SITE TDL -  COMPRE AQUI  

 Gostou???

Comente e nos faça felizes!!!


Beijos Fê Jhones

4 comentários:

  1. Olá, eu já conhecia essa comemoração e acho que se algum dia eu me divorciar (espero que não, não mesmo, nunca, jamais, sai pra lá) eu com certeza daria uma festa. Eu não sabia sobre o livro e achei super interessante, fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi Fê, sua linda, tudo bem?
    Eu já conhecia essas festas. Mas a forma como ela foi abordada no livro parece ter um significado diferente, fiquei muito curiosa, pois você falou que chegou a doer o motivo pelo qual ela deu a festa. Agora quero saber o que ela esperava com isso. E que segredo é esse que ela descobriu do marido. E que segredo é essa que a Maggie descobriu dessa família. A forma como o livro te tocou, me deixou muito animada, não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fê
    Não conhecia o livro e logo de cara fiquei encantada com a capa, gostei bastante
    Complicado ter gente que faz festa para divórcio, espero nunca precisar passar por isso. Imagino como é uma história com ensinamentos, falar de casamento não é fácil.
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, que bacana esse livro, deve ser bem engraçado, pois só o nome já fez eu rir aqui.
    Adorei a resenha e já quero ler também!

    Abraços

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.