Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Resenha Nacional] Sombras do Medo - Camila Pelegrini - Editora Arwen

Olá gente, estou aqui hoje para trazer mais um sucesso da Arwen!!!
Bem, primeiro quero dizer que é uma honra ser parceria dessa editora, porquê? Bem ao contrário do que vocês possam ter imaginado não ganhamos monte de livros físicos e brindes, mas o grande barato dessa parceria é ver a seriedade deles em relação a escolha dos autores e obras que vão publicar, não é qualquer um que pública na Arwen, tem que ter talento, e isso comprovei trazendo para vocês várias e várias resenhas de livros que se tornaram nossos queridinhos.
E o livro que vim falar hoje foi um desses..

Sombras do Medo da querida e fofa Camila Pelegrini, gente eu conheço pouco da Camila, geralmente topo com ela em eventos virtuais de literatura e na minha linha do tempo tenho privilegio de sua amizade virtual e posso dizer que... Meu santo foi com o dela de graça, não precisou muito para perceber que ela é uma pessoa do bem, e veja bem, não estou dizendo para puxar o saco afinal nem parceira do blog ela é (mas se quiser sinta se en casa ca! Rsrsrs).



Acontece que ao ver o livro e saber a sinopse eu pensei com meus botões...
"Preciso ler esse livro!!!! "
E...li...e... Amei e...

Leiam a resenha que vão entender, e se não sair daqui com vontade de ler sombras, olha.... Teu caso pode ser de Zica, dengue ou loucura crônica!!!
Bem pelo tamanho da introdução, só digo uma coisa: "senta que lá vem história" 


Sombras do Medo - Camila PelegriniISBN-13: 9788565490764ISBN-10: 8565490769Ano: 2015 / Páginas: 291Idioma: português Editora: ArwenEm um futuro pós destruição em massa, provocada pelas guerras humanas e desastres naturais - para os quais os humanos também contribuíram grandemente - o mundo é dividido em 5 grandes regiões. Em cada uma delas vivem ordinários e singulares, pessoas com ambições completamente diferentes. Estes dominam o mundo. Aqueles tentam tão somente sobreviver.E ao viverem dessa forma, a bondade beira à extinção. O caos reina em seu lugar, despertando forças malignas que há muito esperam para serem alimentadas.A maior guerra de todos os tempos finalmente começa e a humanidade já se encontra em desvantagem.E em meio a tanto ódio e destruição, será o amor capaz de afastar as Sombras do Medo?

Assista o Book Trailer de Sombras do Medo




Resenha



Medo...
Olhe para cima veja essa palavra e pense, o que mais te faz ter medo?
Futuro incerto?
Aquecimento global?
Desastres naturais?
Fome, miséria, sede, mortes...
Maldade humana e ganância...????
Agora feche os olhos e imagine todas as opções acima juntas, imaginou? Um caos total, não é mesmo?

        Esse é o cenário de sombras do medo. Em um futuro (provavelmente não muito distante) onde os sinais claros de socorro da natureza são ignorados e a ganância toma mais uma vez o lugar da razão,  acontece o impensável, a escassez de recursos naturais e com isso os ricos subjugam os mais pobres os escravizando para construção de muros em troca de menos que o mínimo adequado para a sobrevivência, mais uma vez o dinheiro falando a voz mais alta, a voz que oprime.

        De um lado os ordinários seres que vivem para sobreviver e do outro singulares que vivem da exploração dos mais pobres se isolando e fechando os olhos para um mundo que sua própria ganância destruiu. Eles dividiram o mundo em 5 áreas e em todas há a parte rica onde não falta nada dos Singulares, e a área onde tudo é escaço, quente e onde vidas valem menos que um copo água, a parte onde ficam os ordinários

Vamos conhecer um mundo devastado, corações divididos , amor, ódio, medo e esperança.

        Camila nos transporta para a história, apesar do livro estar em terceira pessoa por me identificar plenamente com a personagem principal comecei a enxergar tudo através do olhos bondosos e justo da personagem Anabele Godhet, ela que viu a transformação drástica acontecer, não entende porque vidas são diferenciadas e separadas como raças superiores e inferiores, quando somos apenas todos feitos da mesma matéria, somos todos apenas humanos. (já vi isso, hein...um tal de Hitler tentou fazer isso...)




Se você quer saber como foi seu passado, olhe para quem você é hoje. Se quer saber como vai ser seu futuro, olhe para o que está fazendo hoje.
Provérbio Chinês
Bem, e como humano que somos, mais uma vez cometemos os mesmos erros afinal...
Enfim, então no meio de tanta devastação, nem ao menos sobra espaço para ambição a mais do que a própria sobrevivência entre os ordinários, ela vive com sua mãe desde a morte do seu pai na construção de um dos muros.

Apesar de toda dor que temos na história também temos bálsamos para nos deixar um pouco menos tensos durante a leitura, como a relação linda de amor e amizade entre Anabele e sua mãe Amanda, ou a amizade entre ela e Vicent, seu amigo de infância e eterno apaixonado (sem que ela saiba claro), além disso temos o cachorrinho Jhou que Anabele trata escondido tirando de sua própria subsistência para mantê-lo vivo em uma amizade emocionante e que vai te fazer refletir sobre o futuro dos animais também...


O que seriam as boas histórias caso não houvessem os romances? Então para balançar o coração da nossa heroína eis que aparece o cavalheiro sarcástico e misterioso, o forasteiro Henry, claro que nada será fácil, nada será descomplicado, afinal estamos em uma distopia, então queridos leitores segurem seus forninhos e preparem se para cenas de farpas entre nossos queridos mocinhos e o adorável e ciumento Vicent...


Porém como se tudo isso já não fosse ruim o bastante, algo sombrio e desesperador começa a acontecer, ordinários somem, só se ouve um grito, sombras pairam por onde isso acontece e um som devastador como se de uma risada nefasta... 


Haverá lutas, sangue, lágrimas, guerra, mentira, remissão e aprendizado.

Será que o amor vencerá o caos, será que o mundo sucumbirá as trevas, façam suas apostas e segurem seus forninhos, pois o final do livro é de tirar o fôlego...

Acabei por aqui, para não dar spoillers certo?





Minha Opinião x Reflexão

Gente eu como disse antes, sou fã do gênero, mas sinceramente não tinha lido nada tão real, sem puxar saco de ninguém, eu nunca senti tanta sede durante uma leitura hahahaha... Vocês entenderão se lerem o livro, mas o mais assustador na obra da Camila é que isso pode vir acontecer ( e está de alguma forma acontecendo), e nós estamos vendo passivamente tudo, sabe me parece aquela máxima da rã... Se você jogar uma em água fervendo ela vai pular assustada, mas se colocar ela na água fria e colocar a panela no fogo ela vai se acostumando com a temperatura, até que sem que perceba a água se tornará tão quente que ela não poderá mais ter chance de fugir e será tarde demais....

        É exatamente assim que me sinto, estou vivendo tudo como se fosse tão normal, que tenho certeza que a hora que as coisas ficarem realmente impossíveis será difícil escapar.. Espero do fundo do meu coração que essa história fique apenas em livros, penso muito no futuro do meu filho quando leio esse tipo de reflexão.

Enfim, se eu gostei do livro? Não, eu amei! Tipo Ual, como assim isso saiu da cabeça dessa autora? Gente o livro é carregado com todos os ingredientes que dão certo em literatura: tem ação, suspense, romance, drama e fantasia, tudo junto e bem misturado, encontrei até umas pitadinhas pequenas e bem vindas de clichê no final, mas graças aos Deuses que ela optou por usá-los... (vão entender se ler...), apesar de ser uma leitura puxada no drama, me arrancou sorrisos e lágrimas, teve horas que tive que parar a leitura tomar um copo de água (olha água de novo aqui...kkk) e refletir, confesso que mudei até um pouco meus hábitos de consumo de água em banho e outras coisas onde havia um pouco de desperdício , passei a observar o céu, dar valor a chuva, e apreciar ainda mais a beleza da vida a minha volta, porque tipo, já pensou se isso tudo acabar?? 


        Se diz sabiamente que só se dá o verdadeiro valor as coisas mais importantes quando se perde, então isso aprendi plenamente com essa leitura e sinceramente não quero perder para dar valor, então estou vivendo como se tivesse saído do livro e pudesse fazer diferente, o bem pelo bem, enxergar as pessoas por trás de rótulos, dizer sempre que posso o que amo as pessoas a minha volta, antes que tudo isso seja tarde...


Afinal como disse no começo...

Isso não é improvável, e muito menos impossível!
Parabéns Camila, fiquei semanas sem poder escrever essa resenha, pela falta de palavras em minha garganta após o término, pela maneira que essa distopia tocou forte em questões tão atuais.
Caramba preciso ler mais livros seus garota, então Keep calm and corre e escreve mais para todos nós!!!



Conhecendo a autora:



Camila Pelegrine

Com um sonho da cabeça e uma caneta na mão, Camila Pelegrini, estudante de direito e professora de inglês, criou um mundo pela primeira vez. A escritora de 23 anos (recém completos!) é de Mogi Guaçu, tem dois cachorros lindos e é uma consumidora assídua de livros, que chega até a ser um vício (um dos bons, é claro). O livro Sombras do Medo é primeiro publicado e ela já trabalha em suas próximas obras.

Quotes sombras do medo medo


"Por ora, a humanidade vive isolando-se em grupos que insistem em procurar diferenças que justifiquem suas diferenças, enquanto ignoram qualquer similaridade que poderia uni-los."

"Lembrou-se do dia em que Anabele, aos três anos, havia visto uma árvore, já escassas na época, e perguntado: — Mamãe, vou ficar desse tamanho um dia? Tinha rido e respondido que não, apenas árvores cresciam tanto. E a menina havia continuado a perguntar: — Mas por que elas são maiores do que nós? Elas são mais importantes? — Elas estão aqui há muito mais tempo e vivem do seu modo, trazendo apenas benefícios para todos nós a cada vez que respiram, e, por isso, dependemos delas para podermos crescer também, para que você fique assim, do meu tamanho 
— respondera erguendo a menina à sua altura. 
— Humm... Então elas são mais importantes do que nós! Por que tem mais da gente e menos delas, então? Amanda, com lágrimas nos olhos, dissera apenas: 
— Essa é uma boa pergunta, Anabele!"

"O céu estava sempre claro então . O sol brilhava radiante, como uma sombra indesejada que não se pode dispensar. A chuva? Bem, raramente vinha, e quando as primeiras gotas começavam a cair , todos fugiam, não dela, como outrora, mas em direção a ela, com baldes ou simplesmente com as mãos unidas de modo a tentar receber um pouco daquela água para si, sem limitação. Já não havia mais áreas a serem preservadas . Preservar a própria família já era difícil o bastante. Comida e água eram duramente limitadas. Quer dizer, para eles, ordinários."
"A ambição dos ordinários se resumia à sobrevivência. Objetivo cada vez mais difícil de ser alcançado."



"Em tempos como aquele, em que tudo parecia equilibrar-se sobre uma corda bamba, fragilizados demais para suportarem qualquer sopro, passíveis de queda a qualquer momento, era muito mais fácil nutrir o ódio do que o amor."



"A história se repete e ensina, já ouvira muitos dizerem, e ele estava disposto a não cometer o mesmo erro que tantos outros líderes. Tinha armas, tinha uma muralha que o protegia, tinha pessoas de confiança. Mas mais do que tudo isso, ele tirara dos ordinários as duas coisas sem as quais eles não poderiam viver sem: água e esperança."

"As muralhas são só a confirmação, a concretude de algo muito maior: o desprezo que o homem sente por sua própria espécie, por outras e pelo planeta em si."

"Você me fez acreditar em coisas boas, Ane. Despertou a minha fé na humanidade e no... amor — sua voz estava muito baixa e rouca quando pronunciou a última palavra. — Eu sei que você sonha em mudar esse mundo, mas se serve de alguma coisa , saiba que você mudou o meu."

"A noite estava clara como nunca antes. Que ironia, nunca quisera ir para o inferno, e agora tinha certeza de que não precisaria. O inferno tinha vindo até eles."

Em resposta , novos gritos de pessoas ainda mais assustadas e o estranho berro que parecia agora estar mais perto. Lembrava uma gargalhada: estridente, amaldiçoada e que vinha de alguém ou alguma coisa que se divertia com toda aquela desgraça. 

“Obrigada por me mostrar que somos tão menos do que pensamos ser e que temos tanto mais a aprender. Desculpe por estragar o planeta que é a casa de vocês também.”
"Enquanto não conhecessem suas forças e reconhecessem suas fraquezas, estariam fadados ao fim. E o fim já havia começado."

— Não acho que existam pessoas completamente ruins ou completamente boas, Ane. Nós podemos optar por qualquer um desses lados. Agora, mais do que nunca, acredito que seja essa antítese a nossa essência. Só que erramos ao escolher, todos nós."


Como já escrevi um mini livro nessa resenha, fuiiiii para não falar mais do que devo...Brigaduuu quem leu até aqui, e se quiser comprovar tudo que disse leia sem moderação o livro Sombras do Medo.Não esqueça de comentar o que achou, você achar que o mundo está caminhando para um futuro desastroso assim, ou acha que essas questões cabem apenas na imaginação e ficção?Beijocas!

Giuliana


8 comentários:

  1. "não é qualquer um que pública na Arwen". Sabe que essa frase foi fantástica, né?! Inclusive eu acho que eles deveriam adotar como lema.

    Falando sobre o livro, eu comecei a ler, mas aí a vida aconteceu e o trabalho acumulou e ler por prazer foi deixado de lado.

    Gostei demais da sua resenha. Pena que agora estou completamente sem tempo, mas o livro continua na lista de vou ler.

    Bel Góes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, mas não é Bel?
      Os autores e livros estão maravilhosos.
      Quando arrumar um tempinho leia sim, vai gostar.
      Beijos

      Excluir
  2. Oiee ^^
    Eu comecei a ler esse livro, mas não consegui finalizá-lo ainda. Acabei passando outras leituras na frente, e ele acabou ficando para trás. Mas eu ando querendo continuá-lo, pois gostei da história (até agora), e imagino que vai ficar ainda mais interessante.
    MilkMilks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh Dryh , pois quando terminar venha me contar o que achou.
      beijocas

      Excluir
  3. Já tem um tempo que venho meio que namorando esse livro e pelo que vc escreveu parece que vale mesmo a pena ler.
    Beijos..
    http://curaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nat o livro é maravilhoso vale sim muito à pena, mega recomendado!!Obrigada pela visita.

      Excluir
  4. Que coisa mais LINDA DO MUNDO!
    Sem dúvida, uma das melhores que já li até hoje :O
    Tão completa, tão cheia de sentimento, tão sincera <3

    Obrigada eternamente por esse texto maravilhoso! E fico imensamente feliz por acreditar no meu trabalho e por ele ter te ajudado a ser uma pessoa melhor <3
    Ameii!

    ResponderExcluir
  5. Camila sua linda!!! Foi um prazer imenso resenhar esse livro, quero muito ler aos olhos de Zoe. Desejo muito sucesso na sua jornada como autora!
    Beijocas!

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.