Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[NerdSofanática] Eu já nasci escritora...

Nerd Is Back!!!!


Primeiro post de 2016 e... A Nerd está oficialmente de volta (ehhhh, eu ouvi gritinhos? Rsrsr). A partir de agora estarei atualizando a coluna da Nerd toda semana (uma vez por semana, quatro vezes por mês). Ela ficou um pouquinho abandonada devido a alguns acontecimentos que acabaram me privando de fazer o que eu mais amo: escrever para o Clube, mas agora estou de volta e com força total... rsrs... Se liguem no texto abaixo e me digam: vocês também já tiveram certeza que tinham nascido para algo, mas sempre acabavam mudando de ideia?

Eu já nasci escritora...

Tenho vários livros finalizados, uma editora, marcadores e muitos leitores. Eu nasci escritora.
Eu tenho... opa! Espera ai, meu chapa. Eu não nasci escritora, não. Na verdade, eu acho que eu nasci veterinária, se bem que... não! Eu nasci princesa, com certeza. Eu nasci uma princesa. Mamãe sempre me deu bonecas vestidas como princesas. Eu tenho certeza que nasci uma princesa. Elas tinham panelinhas e... 
Pensando bem, acho que não nasci princesa, não. Acho que nasci cozinheira. É... tenho certeza: eu nasci cozinheira. Mamãe também me dava panelinhas quando eu era mais nova. Eu cozinhava como uma Máster Chefe diplomada. Meus ursinhos nunca reclamavam das folhinhas apetitosas que eu preparava para eles com muita água e... água... Acho que... 

Esqueçam a cozinheira, Tenho certeza que eu nasci uma nadadora. Sempre tive medo de piscina, mas adorava água. Com certeza nasci uma nadadora espetacular, só não mais espetacular que o meu talento para... espera! Pensando bem... não, eu não nasci nadadora. Na verdade, eu acho que nasci apresentadora de Reality Show. Sempre narrei as falhas do Big Brother Brasil melhor que o Pedro Bial. Tenho certeza que nasci apresentadora de Reality Show, Todas aquelas provas que misturavam corrida e... Corrida! tá aí. Acho que me enganei de novo. Não nasci apresentadora de Reality Show, e sim, uma corredora de maratonas. Sempre corri muito bem, até cair e machucar meu joelho. Acho que agora... Agora eu daria uma ótima enfermeira de criancinhas, daquelas que contam histórias e... é isso! 

Eu não nasci para ser maratonista, nem enfermeira. Eu nasci para ser contadora de histórias. Se tem uma coisa que eu amo é contar histórias. Inventar personagens sempre foi o meu forte. Eu... eu acho que estava enganada esse tempo todo. Nasci mesmo para ser escritora. De todas as opções, esta é a única que eu tenho certeza.

Eita, que indecisão, Jenny (...rsrs...). A verdade é que eu já quis ser: médica (Meredith Grey mandou um oi rs), enfermeira, psicóloga, veterinária, maratonista, princesa, cozinheira, policial, professora de história, mãe (ainda quero), dona de pet shop, dona de casa, jogadora de futebol, atendente de farmácia. Eu já quis ser muita coisa, mas dentre todas as opções, uma se sobressaiu com méritos. 

Com cinco anos eu não imaginava que no futuro me tornaria uma escritora com contrato assinado (eu nem imaginava que poderia escrever 420 páginas de uma mesma história), mas as coisas mudaram tanto, que quinze anos depois, não me imagino me dedicando a outra coisa que não seja literatura. Escrever está no meu sangue. Dele escorre letras que transcrevem as minhas emoções. Eu nasci para ser escritora. O caminho é difícil, a jornada é cansativa, os dias e as noites acabam se tornando um misto de noite e dia, os passeios ficam mais escassos e as críticas começam aparecer. 

Algumas pessoas lhe rejeitam pelo que você escreve, outras, lhe acolhem pelo mesmo motivo. Alguns menosprezam o seu trabalho, outros, o exaltam. Ser escritora está além das piadinhas de quem acha que escrever não é uma profissão. Está além das dores nas juntas e das “críticas” mal dadas. Ser escritora é distribuir sorrisos em mensagens. É tocar, acolher, despertar, apavorar. É se apaixonar pelo invisível. É amar e odiar. Ser escritora é ser médica enfermeira, psicóloga, veterinária, maratonista, princesa, cozinheira, policial, professora de história, mãe, dona de pet shop, dona de casa, jogadora de futebol e atendente de farmácia. Ser escritora é ser todo mundo, e ainda assim, ser só você.
Agora eu tenho certeza: EU NASCI PARA SER ESCRITORA!!!



Gostou do post? Não gostou? Diga-me aí nos comentários. Estou ansiosa para saber o que você achou. Não se esqueça de curtir, comentar, compartilhar. Deixe-me saber se você está me amando ou me odiando... rs....

Beijos Sonáfaticos, e até a próxima semana, amores.


9 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    É, enquanto a vida passa pensamos em ser tantas coisas e no fim só bo que importa é sermos nos mesmas. A jornada do que vc escolheu é dificil? Claro que é! Mas... Quem disse que todas as demais opções também não são? O bom é que vc encontrou o seu caminho evfaz aquilo que vc gosta.

    Desejo sucesso!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    É, enquanto a vida passa pensamos em ser tantas coisas e no fim só bo que importa é sermos nos mesmas. A jornada do que vc escolheu é dificil? Claro que é! Mas... Quem disse que todas as demais opções também não são? O bom é que vc encontrou o seu caminho evfaz aquilo que vc gosta.

    Desejo sucesso!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana, obrigada pelo comentário, ele acendeu uma luz aqui dentro do meu peito. O mais importante é fazermos aquilo que amamos, independente dos problemas. Obrigada por me lembrar disso! <33
      Tenha uma ótima semana,
      Beijão.

      Excluir
  3. Olá Jenny,
    Ameiiii seu texto..
    Eu nasci para ser tanta coisa kkkk
    o importante que você faz algo que ama e escreve sobre todas essas profissões.
    Parabéns... texto perfeito!!
    beijos
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daya,tudo bem?
      Acho que é da profissão, né? eu queria ser tanta coisa que acabei optando por uma que me permitisse ser tudo e ainda sim ser só eu rsrsrs. Obrigada pelo comentário lindo.
      Tenha uma ótima semana!
      Beijão.

      Excluir
  4. Jenny!
    Nunca tinha lido nenhum texto seu aí Páah! Maravilhoso, dinâmico e bem colocado! Vou levar pra mim seu texto e concordar com VC...Kkkkkkkkkkkkkk Eu amo escrever!
    Eu durmo e acordo pensando em cenas, já tenho uns sete livros terminados e em cada um eu me jogo em uma nova profissão, em um novo corpo, mesmo sabendo que eu nunca faria algo q meu personagem fez, eu curto a experiência, pq isso engrandece, os detalhes valem a pena!
    Só tem uma coisa q me deixa triste, a falta de apoio, infelizmente nesse quesito, não sou tão feliz qnt você.
    Mas adorei o post, levantou meu astral nesse sábado nublado.
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aricia, que vontade de te abraçar rsrsr. Obrigada por esse comentário,você me fez ver que existem mais
      jenny's por ai rsrrs.Eu me jogo de cabeça na vida dos personagens, igualzinho ao que você descreveu rs.Infelizmente o apoio na nossa profissão é meio escasso, especialmente quando se trata de reconhecimento. Não sei se é o pais, mas as pessoas não sabem valorizar os nossos autores. Os talentos que eu vejo aqui é igual, as vezes até maior que os de fora, mas quando se trata de reconhecimento estamos numa sinuca de bico. Torcendo por dias melhores.
      Te desejo todo o sucesso do mundo.
      Tenha uma ótima semana.
      Beijão!

      Excluir
  5. êêêê.... Jenny voltou com tudo!!!
    Um texto simples e lindo que deixou a mensagem que es estava precisando!!!
    Realmente, quando escolhemos essa profissão, temos que estar preparados para várias negativas, críticas e piadinhas. Mas também temos de agradecer todos os dias os sorrisos, os agradecimentos e a ajuda de amigos (cmo vocês!!!) que se dispõe a falar do seu trabalho. Como qualquer profissão, tem prós e contras, a gente tem de saber contrabalancear!
    um beijo enorme! Aguardando a próxima!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nu!!!! Meu Deus! Eu já disse que te adoro?
      obrigada pelo carinho de sempre, comigo e com as meninas do Clube. Ver seu comentário aqui é muito gratificante, estou mega feliz que meu texto tenha te agradado, obrigada mais uma vez e beijão.
      Tenha uma ótima semana <333

      Excluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.