Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[Kate Indica] Série Reign



Voltei, Clubenautas!

Dessa vez eu não demorei tanto assim, mas acontece que escritor tem um problema sério... Deixa eu contar antes de inaugurar o post inicial da coluna Kate Indica.
Quando a gente tem uma ideia é difícil se afastar, é difícil ignorar porque os personagens ficam lá parados, esperando você fazer alguma coisa com a presença deslumbrante deles e, dia desses, eu tive um sonho e a história está quase completa em três dias! Três dias! Quase nem dormi, então, não deu para ver série, não deu para ler mais nada, quase não deu nem para comer, mas SOBREVIVI. Kkkkkk
Então, vamos a primeira dica da Kate. <3


Alguém aí já ouviu falar sobre a série Reign ?
Mesmo que já tenha ouvido, senta aí, lê a matéria e vamos conversar. J


Sinopse oficial:

Conta a história da ascensão de Mary Queen of Scots (Adelaide Kane) ao poder, quando ela chega à França aos 15 anos de idade, prometida ao Príncipe Francis, e com suas quatro melhores amigas como damas-de-companhia. Os detalhes da história secreta da sobrevivência na Corte Francesa, em meio a forças ameaçadoras e muitas intrigas. 

Trailer para deixar você com muita vontade de assistir

Se você gosta de História, ok, mas se você não gosta pode estar aí achando que vai ser um saco, super entediante, pare agora mesmo.
Eu gosto bastante de História, mas não curto assistir filmes sobre e nem documentários e mesmo assim, amei Reign. Por quê?
Reign é capaz de ensinar a história real de Mary como se fosse uma série como qualquer outra, talvez algo no estilo de diários de um vampiro. Na verdade, você acompanha a base que é de fato a história real da rainha enquanto assiste todos os personagens inseridos em dilemas interessantíssimos, coisas que nem existem no nosso dia-a-dia como: intriga, traição, mentiras, competição, escolher entre dois irmãos lindos?!



O interesse pela série foi tão grande que quando acabei a primeira temporada – em três dias – fui pesquisar mais sobre a história real da rainha Mary e, pasmem, muitas coisas foram abordadas fielmente. Claro que o roteiro da série adaptou alguns assuntos, dando versões para eles que podem não ser as reais, mas isso – do meu ponto de vista – só deixou a série muito mais interessante.
É incrível ver a mudança de personalidade de Mary que chegou à França um pouco apreensiva, já que todos queriam matá-la por questões territoriais e foi crescendo, tomando atitudes que uma verdadeira rainha deve ter e isso foi impressionante. Admirei Mary, ainda mais depois da minha pesquisa histórica... rs



Caterine de Médici, a rainha da França, também é uma figura notável tanto na História, claro, quanto na série. É aquele tipo de personagem que você fica em dúvida se ama ou odeia. Amo ou odeio? Amo ou odeio?


Henry – o rei da França – bem.... Tenho que confessar que eu gostei dele, apesar de algumas coisas, eu realmente gostei e sofri um pouco com isso. Vejam a série e vão entender.





Há vários casais a serem shippados na série e isso faz você continuar, continuar e não conseguir largar mais a Netflix. 


NETFLIX, eu te amo 


E, claro, vamos aos dois irmãos lindos. Nessa parte, eu poderia revelar a minha situação – se sofri ou não com a escolha de Mary – mas não vou fazer porque quero deixá-los livres. Há o Francis, o filho legítimo ao trono, futuro noivo da rainha da Escócia. Ela já chega prometida a ele. Francis é um homem bastante preocupado com o seu povo, realmente criado para ser o futuro rei da França e amor não é uma palavra que ele goste muito de usar, a princípio. 



E Sebastian, chamado por Bash (ohhhh, Bash! <3), filho bastardo do rei com a amante Diane de Poitiers. Bash é bem o oposto de Francis, é um homem que busca o amor, cavalheiro, prestativo, atencioso, detentor de um segredo que pode matá-lo e CORAJOSO. Quer mais alguma coisa em um homem?! Sério... Eu não quero não. Ele é perfeito. 





Agora, entenda: eu gosto dos dois porque, vejam bem, eles tiveram criações diferentes. Não é culpa de Francis não ter o amor como sua prioridade, ele é nobre por querer se dedicar ao seu país, afinal, ele nasceu para ser o futuro rei.





Acho que falei demais já, espero que vocês tenham se interessado por essa série. Realmente me arrependi por não tê-la visto antes porque é uma das melhores séries que eu já assisti. Recomendo também que vejam e depois façam uma pesquisa no Google sobre a Mary porque a boca de vocês vai abrir, abrir, até cair de tantas coisas que vão conseguir associar.



Espero que tenham gostado da minha indicação.
Quem já viu, comenta aí se concorda com o que eu falei, o que discorda, acrescente o que achou da série.
E quem não viu – além de correr para ver – comente aí também para eu saber que fiz mais fanáticos por Reign pelo mundo.

Vou deixar um vídeo legendado com uma música linda, que está na trilha sonora da primeira temporada. 

"Faça do amor seu objetivo..."


Desculpa, Francis, mas meu coração é do Bash.

“Prefiro ter esperança com você a ter certeza em outro lugar.”

 Mil beijos. <3




Nascida e criada no Rio de Janeiro, Katerine Grinaldi já visitou lugares que não estão nos mapas convencionais. Isso graças ao seu amor pela literatura, tanto no ato de ler como no de escrever.Encantada com histórias que fazem pensar e por personagens de apaixonar, Katerine decidiu criar outros mundos para que leitores – como ela - pudessem visitar.Advogada, ela não abandona um de seus maiores prazeres: escrever.A Herdeira, seu primeiro livro, foi lançado na Bienal do Livro de 2015.


11 comentários:

  1. Olá Kate, quero te parabenizar pelo post maravilhoso e dizer que é um prazer e uma honra tê-la em nosso time de ColaborAutoras sou sua fã te amo guria, que essa coluna seja puro sucesso!!!
    Beijos
    Giu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giuliiiiii <3 <3 <3 Fazer de tudo para deixar seu blog cada vez mais especial :D :D :D A honra é realmente minha. Bjs

      Excluir
  2. Oooi! Eu já tinha ouvido falar dessa série, até me interessei, mas pelo fato de ter triângulo (ainda irmãos!) eu desisti de assistir... Mas, obrigada pela dica :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ruhh Belle :D Obrigada pelo comentário! <3 Então, não sei se vai mudar sua opinião, mas a Mary decide o triângulo no episódio 12, senão me engano - acabando com todas as esperanças para o outro lado. rsrs Bjs e obrigada por participar do blog <3

      Excluir
  3. Fiquei curiosa! Quero assistir haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ebaaa! Espero que goste e depois me chama para dizer o que achou <3

      Excluir
  4. Fiquei curiosa com a série! Vou colocar na minha lista interminável de séries para ver. hahahaha
    Netflix acabando com nossa vida social! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre tem uma lista interminável de séries, né? kkkkk Realmente estão acabando com a nossa vida social... rs
      Alguma sugestão da sua lista aí? :)

      Excluir
  5. Oie.,
    Nçao conhecia a série, mas gostei de sua opinião e fiquei bem interessada em conhecer a trama mais de perto. Vou dá uma procurada já que não tenho Netflix

    Beijos da Fê
    As Catarina´s / Fanpage / Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oiee
    Seu post ficou maravilhoso!
    E eu como adoro História e amo séries adorei a dica. Já vou atrás pra assistir.

    Bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ola Kate, Reigin já tinha chamado a minha atenção meses atras, exatamente pelo fato histórico, mas desisti de ver quando soube do triangulo, meu medo é shippar um casal e no fim ele não vingar rsrs,vou deixar a serie em suspensa, talvez eu reconsidere e assista em outro momento. Adorei a sua coluna,sou meio maluca por dicas, especialmente as cinematográficas.Vou ficar de olho nas suas, Beijão, muito sucesso pra ti.

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.