[Semana Nostalgia] Dia #04 - As Grandes Aventuras de Daniela - L.L Alves



As GRANDES Aventuras de Daniella - L. L. Alves
ISBN: B00XHD0IH2
Ano: 2015 / Páginas: 199

Idioma: português
Editora: Amazon

Sinopse: Bom, o que eu tenho a dizer sobre esta história maluca que estou prestes a contar? É simples: vocês não vão acreditar. Sério mesmo. Vai parecer loucura, com minha boca suja, dois pés esquerdos, noites inusitadas e quilinhos a mais (muito mais, mas não vamos entrar em detalhes...). Mas vou fazer o quê? É a verdade. E eu vou contar para vocês porque... Sei lá. Na verdade, eu nem devia estar contando, alguns de vocês vão se chocar.
Ainda está aqui? Bom, o risco é todo seu. Prepare-se.
Ah, é verdade, esqueci de me apresentar (típico). Meu nome é Daniella Fagundes, vinte e oito anos, namoro com o Thiago há dois anos e posso dizer que tudo está mais que perfeito! (xi, exagerei agora, né?). Também adoro comer e sou diferente de qualquer outra mulher que já tenha contado sua história para vocês. Por quê? Porque sou uma daquelas mulheres conhecida como gordinha. Sabe como é? Eles não se referem a mim como a sagaz Daniella ou a superconfiante Daniella. Sou apenas a gordinha do grupo. Sempre tem que ter um, não é?
Bom, é isso aí, acho que deu para entender. Afinal, vocês estão prestes a conhecer as minhas aventuras de autoconhecimento e de... Comece a ler, ué. Não quer perder um segundo, quer?


RESENHA

Então, vamos conversar sobre minha amiga Daniela Fagundes? Nessa hora você vai olhar para resenha e pensar: é uma biografia?!
Não, meus amores, mas Dani é tão, mas tão real que virou uma espécie de amiga literária (tá, confesso que isso ficou parecendo coisa de maluca, mas quem falou que eu sou normal?!).

A história da Dani não é nenhum conto de fadas. Ela é uma pessoa normal, com muitos quilos a mais e que passa cotidianamente pelas situações mais constrangedoras que se possa imaginar, e é nesse aspecto que percebo que a Dani é o meu clone (kkkk...).

Dani é a antítese do personagem clichê, tem um lado anti mocinha tão maravilhoso, e também fala palavrão!!! Achei isso tão eu...
Não digo palavrões pornográficos, obscenos. Na verdade esse livro tem algumas cenas calientes, nada escrachado, e muito bem dosadas. Bem, vamos voltar à história e aos personagens. 

Ela tem um namorado muito gato chamado Thiago, a quem ama muito, e vive com crises de ciúmes. Infelizmente, a baixa autoestima de Dani faz com que ela vá se afastando aos poucos de seu namorado, até que a separação acontece. Nesse livro, Thiago vai causar muita raiva no leitor (mas calma, não é spoiller. Isso acontece bem no começo).

Depois dessa reviravolta, Dani vai aprender muito com suas amigas inseparáveis, com muitas trapalhadas e também com algumas lágrimas.
“As grandes aventuras de Daniela” apresenta personagens marcantes, escrita fluida, romance, muitas risadas, mas, acima de tudo, nos proporciona autoconhecimento e lições preciosas de amor próprio. Dani consegue nos fazer refletir sobre muitas coisas, sem pretensões ou imposições. No decorrer da história, percebemos a transformação de uma personagem insegura em uma personagem confiante.

Confesso, que quando acabou fiquei muito triste. Senti falta das conversas malucas e das aventuras da minha amiga literária. Quem sabe um dia a Lu seja boazinha e traga a Dani de volta em novas aventuras? Não custa sonhar, né?!

Então, indico esse livro para todas as mulheres que um dia olharam-se no espelho e não conseguiram achar a sua verdadeira beleza devido a padrões antiquados de estética, para aquelas mulheres que cansaram de ir a lojas e serem humilhadas por não encontrarem uma roupa que lhes coubesse, aquelas que sentiram vergonha de ir à praia com a desculpa de “não gostar”, que deixam de vestir saias e vestidos, e àquelas que, devido ao seu peso, perderam seus empregos e, que mesmo assim, não deixaram de sorrir e seguir em frente de cabeça erguida.

Existe uma Dani em cada uma de vocês!


Falando sobre o Bônus no fim do Livro contada pelo Thiago...

Ahhh... Não poderia deixar de fora esse presente que a Lu nos dá de no fim do livro!!!

Depois de conhecermos a visão dos fatos pela visão de Dani, é a vez de vermos a história sob o ponto de vista de Thiago.
E é maravilhoso, como em poucas páginas conseguimos penetrar na mente dele, e ver todas as inseguranças e dúvidas que ele também sentia durante a relação na história. O que entendi disso é que a separação deles foi preciso, pois os dois precisavam se completar dentro de si mesmos para poder ser um ser humano inteiro e sem cobranças um com o outro. 

Temos que entender que ninguém é metade da laranja de ninguém, somos seres inteiros que quando estamos em uma relação nos somamo.
E só assim sem neuras, inseguranças e frustrações podemos buscar uma relação saudável com nós mesmos e buscar nossa verdadeira felicidade, o amor é a consequência dessa jornada e não a verdadeira busca.



1 - Se você tivesse cinco opções para decidir sobre sua carreira e/ou atividade profissional, ser escritor(a) estaria entre as cinco? Em caso positivo, em qual posição ela ficaria? (Vanda Costa)


Sim! Ficaria em primeiro lugar.


2 - Com a proximidade do final do ano, é impossível não fazermos uma retrospectiva. Que balanço você faria sobre sua trajetória de escritor(a) em 2015? (Vanda Costa)


Eu diria que 2015 foi o ano decisivo. Quase desisti da carreira, mas recebi uma boa proposta de publicaçãoque me fez voltar a ter esperança. Não foi fácil, mas graças ao apoio constante dos amigos e da família continuarei lutando com mais afinco em 2016.


3- Se você pudesse trazer um dos seus personagens para a vida real, qual seria? (Jenny Martins)


Não pode ser todos?! (risos) Bom, que os meus personagens me perdoem, mas se fosse para escolher apenas um, escolheria o Hugh Howard de Instituição para Jovens Prodígios <3


4- Qual foi o momento/ cena mais difícil para você escrever? (Jenny Martins)


Acredito que foi uma cena final do chick-lit “As Grandes Aventuras de Daniella” que não estava programada. Comecei a escrever e a chorar ao mesmo tempo e tive que parar por um momento para digerir o que tinha feito. Foi uma das cenas mais intensas que já escrevi.


5- Quais suas perspectivas e projetos para o ano de 2016? (GiulianaSperandio)


Devido às decepções e dificuldades que passei/passo desde 2010, estou diminuindo as perspectivas. Contudo,tenho muitos projetos. Quero focar na divulgação do livro físico “As Grandes Aventuras de Daniella” e continuar escrevendo as várias ideias que tenho guardadas.


6- Dezembro é um mês de reflexão e gratidão. Nesse espaço você pode agradecer aos seus leitores e fazer uma breve reflexão sobre sua vida de autor(a).(GiulianaSperandio)


Muito obrigada!!<3 Não teria chegado até aqui sem vocês! Só tenho a agradecer a todos que me deram uma chance e leram minhas histórias, sejam leitores, blogueiros, parceiros, escritores ou amigos nessa longa caminhada. Ser escritor não é fácil, na verdade é uma das carreiras mais complicadas que existe, mas no final tudo vale a pena. Apesar de tudo, não existe outra profissão que me completa tanto quanto escrever.


Sobre a Autora:


L. L. Alves, nome artístico de Luene Langhammer Alves, é formada em Letras – Língua e Literaturas Inglesa pela Universidade Federal de Santa Catarina.
Completamente apaixonada pelo mundo das letras, mescla seus dias entre leituras e escritas.
Ao todo, já escreveu mais de dez livros e diversos contos, variando entre fantasia, romance, sobrenatural e chick-lit.
Começou a ter gosto pela leitura ao ler a famosa série Harry Potter e nunca mais parou de ser sugada pelos livros.

Foi aos 13 anos de idade que concluiu seu primeiro romance, Mudanças, e descobriu que escrever era o que queria fazer pelo resto da vida.
Em 2010 ficou deslumbrada com a ideia de uma saga, e de um sonho inusitado surgiu Instituição para Jovens Prodígios, uma série de quatro volumes que atualmente está sendo publicada pela plataforma Amazon.




A autora está sempre com novos projetos, seja sua primeira trilogia ambientada em um novo universo, romances únicos ou contos.
L. L. Alves pretende continuar escrevendo cada vez mais livros intrigando o mundo com seus mistérios e fantasia, e nunca deixando a vontade de chegar à última página passar.

Não se esqueçam de dizer o que estão achando...
Asta La Vista, Muchachos!!
Até amanhã!!
Beijocas!

Giuliana

16 comentários:

  1. Olá linda,

    A Dani deve ser uma fofa.
    Todas passamos por imposições e dilemas sociais. As pretensões sociais sob as mulheres são muito grandes e acabam nos flagelando e levando a um ciclo de baixa autoestima e isso prejudica nosso desempenho em atividades e nos retrai da vida social.
    Coragem, amor e força são essenciais para mandar as opiniões alheias para o espaço.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!
    Este período é bem nostálgico mesmo com tantas reflexões e analises.A resenha está ótima e super completa. O post está uma graça e a autora parece ser uma simpatia de pessoa.

    Feliz 2016
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Confesso que a capa do livro não me chamou atenção, achei ela meio infantil, sei lá...
    Mas em compensação a premissa da história me agradou bastante pois a personagem parece ser bem real do tipo que nos identificamos de cara. Achei a história bem legal e parece ser também bem divertida e parecida com o que muitas de nós mulheres vivemos.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Ainda não tinha conhecido a escritora e adorei o livro. Achei um tema muito interessante e que deve ser mais abordado até porque não existe um padrão de beleza, ou melhor, não deveria existir. Fiquei bem interessada na leitura. Achei a entrevista bem legal e gostei bastante.
    Beijos
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  5. Olá, Giuliana.
    Eu li AGAD no dia em que ela terminou de publicar o livro no wattpad e não consegui parar de ler até terminar. Eu amei a história. Gostei bastante da entrevista com a autora e espero que a Luene consiga realizar todos os seus sonhos e que venham muitos mais livros pela frente porque ela é demais como autora.

    ResponderExcluir
  6. Ah, cara... falar da Dani de novo é 10! Eu adoro, eu me amarro!!
    Foi um dos melhores livros que li em 2015! Divertido, sagaz, inteligente. Não foi meu primeiro chick-lit lido, mas foi o primeiro que amei! A Lu arrasa!
    Parabéns pelas postagens da Semana Nostalgia...! Estão ótimas!
    Um beijo para todas muita luz pra vcs em 2016!
    Feliz 2016!
    Até + ver! Nu.

    ResponderExcluir
  7. Já li algumas resenhas de As grandes aventuras de Daniella, e deve ser uma leitura bem divertida. Quero muito conhecer essa personagem tão engraçada e amada.
    Ótimo 2016!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Se eu não me engano eu adquiri o ebook desse livro na amazon em dezembro e fiquei bem curiosa em como a história se desenrola e com a entrevista no fim fiquei com vontade de finalmente pegar para ler Instituição para Jovens Prodígios, que tenho o ebook faz tempos mas as prioridades me fazem esquecer dele, mesmo com os elogios!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!!

    Essa autora é bem conhecida né? Sempre vejo o pessoal falando muito bem dela! Preciso ler alguma obra esse ano!
    Sua resenha ficou ótima! Senti vontade de ler esse livro, mesmo não sendo meu gênero favorito, qual mulher nunca se olhou no espelho e se sentiu insatisfeita né?

    Adorei a entrevista e a biografia, fez td ficar completinho!

    Feliz 2016!
    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  10. Giu! Estou com esse livro para ler!! E amei essa semana nostálgica, porque posso conhecer mais livros ainda. Fiquei feliz ao ler sua resenha e acho que ele vai pular na fila rsrs Beijos

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu sempre vejo resenhas super positivas desse livro, realmente tem uma trama muito interessante e muito real, eu estou com muita vontade de conferir. E adorei esse extra com a entrevista, me animou mais ainda!

    beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá, eu li AGAD e gostei, mas não é o meu livro favorito da autora, prefiro a série IJP *-* Mas sem duvida ele esta bem legal e a Lu é mega fofa, adorei a entrevista *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Nuncali nada do tipo,mas sempre vejo falarem muito bem da autora e depois dessa resenha,acho que irei procurar o livro,para comprar.
    E sua entrevista com a Lu,ficou ótima.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu li AGAD e fiquei apaixonada pela Daniela. Ela é uma mulher forte e decidida. Mas assim como to ser humano tem os seus momentos de tristeza. Eu me identifiquei muito com ela, pois me vi nas suas histórias e ações.
    Adorei a resenha e a entrevista também foi bem legal.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Uma das melhores resenhas que já li! <3 Amo muito! Fico tão feliz por você ter se identificado tanto com essa história e, principalmente, ter gostado né? <3 Obrigada pelo apoio, Giu! <3

    ResponderExcluir
  16. Oi Giu,
    Conheco a autora mas ainda não li nada dela. Não sou fã de chick lit mas asautoras nacionais tem me surpreendido.Talvez por ser o nosso tipo de humor. Gostei muito da sinopse e sua resenha me fez querer lê- lo.
    Adorei a dica,
    Bjs
    Luana Lima

    http://www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.