Postagem em destaque

[Promoção Mães Leitoras] com Rô Mierling e blogs parceiros (serão 7 ganhadores!)

Olá queridos leitores! Em comemoração ao Dias das Mães , a escritora Rô Mierling e blogs parceiros se reuniram para presentea...

[ColaborAutoras] Crônicas da Fê - Sobre Sonhos

CRÔNICAS DA FÊ


Sobre os Sonhos...


Ela fechou e abriu os olhos algumas vezes, tentou se beliscar, respirou fundo e deixou que seu coração fizesse a festa, afinal: era real. Pessoas andando, rindo, se espremendo pelos corredores, filas, pilhas de livros e sorrisos de todos os tipos, era o paraíso dos leitores, o sonho dos escritores e ela era os dois, se dividia entre a euforia e a incredulidade de quem vivenciava seu sonho em grau máximo! 

Percorreu os corredores com olhos de criança em um parque, queria absorver tudo, queria ver tudo, queria ainda mais. Não é isso que os sonhos fazem com a gente? Tornam-nos crianças que não se cansam. E naquele dia, ela não cansou, ela se esqueceu de comer, se esqueceu de beber água, se esqueceu de que seus braços doíam com o peso dos livros que comprava, queria todos em sua estante, queria encontrar mais mundos, conhecer mais personagens e saber que aquele mundo particular nunca teria fim. Ela era mais uma sonhadora naquela multidão. E ninguém ali sabia o quanto ela se sentia em casa quando rodeada de livros.

Depois do paraíso de leitora, seguiu para o encontro com seu sonho vivo: seu livro publicado. Ela o segurou pela terceira vez, num

terceiro lançamento no mesmo ano surpreendente e a emoção sempre se multiplicava. Ela olhava aquela capa, folheava as páginas e via seu nome ali, era uma escritora de fato. Como se explica um coração repleto de felicidade? Ela desconhecia palavras que expressassem ou traduzissem o que sentia, era amplo demais, profundo demais. Era algo apenas dela, era um sonho real, bem vivo nas mãos dela.

Ela, sou eu, eu, sou ela. As palavras que cultivei ao longo da vida, o pequeno sonho que parecia impossível, a ideia de ser uma escritora e de ter em mãos meu livro finalmente se tornou real e sempre será maravilhoso de contar. Mas essa minha história me faz pensar, repensar e renovar minha fé no que acredito. Sonhos só são possíveis quando se tornam planos.

Pessoas que sonham e não planejam, morrem com aquelas sementes sem que se tornem árvores. E eu tive medo disso. Tive medo de não ser boa o suficiente, de não ser ouvida, não ser lida, não ser encontrada por ninguém. Mas o sonho precisa ser maior do que o medo para sobreviver.


Então a menina que queria virar escritora começou seu plano: ela escreveu. Ela pesquisou. Ela estudou. Ela começou. Ela primeiro teve de se encontrar para depois encontrar o caminho do seu sonho. Esse é o início de tudo, início da aventura de sonhar. Hoje as pessoas têm mais medo do que sonho, elas se escondem na praticidade, fingem que o básico é suficiente e levam para o cemitério o que realmente queriam, por puro medo de não dar certo. 

"Mas se a menina virou escritora, o menino pode virar médico, o homem pode virar pai de família, a mulher pode virar empresária de sucesso. É por isso que os sonhos inspiram: eles são possíveis." 



Atravesse a ponte que te separa dos seus sonhos! Faça planos! Abandone o medo de não funcionar. Livros podem ser publicados. Músicas podem ser gravadas. E só depende de uma força do Universo para que isso aconteça: a sua


Contato nas Redes Sociais com a Autora:

FACEBOOK -  WATTPAD -  TWITTER - SKOOB -  SITE TDL -  COMPRE AQUI  


BEIJOS FÊ

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.