[Batom Vermelho] Empodere-se - Joyce Xavier

Olá amores dos nossos ❤❤❤

Hoje é mais um dia de Batom Vermelho com a poderosa da Joyce Xavier (e beijinho no ombro pras inimigas)!

Bora ler e refletir?

Vem que o texto hoje fala sobre Empoderamento Feminino. 

Leia e liberte-se !

Let´s go!




Já ouvi dizer, que mulher que transa no primeiro encontro, é fácil. Da mesma forma que já ouvi, que mulher que casa virgem, é burra, pois pode não gostar do marido na cama e também já ouvi dizer, que homem não gosta da mulher que faz “doce”. Mas a realidade é a seguinte: não importa a sua escolha (e vida), alguém sempre vai ter algo a dizer, contra é óbvio.

A verdade é que os tempos mudaram. Se hoje a mulher é independente, trabalha e muitas têm seus salários maiores do que seus maridos, por que elas não podem transar no primeiro encontro se a própria mulher luta pelo seu espaço e liberdade de expressão.
“Joyce, não estamos falando disso... “
Sim, estamos falando. Vou te explicar:

Para a sociedade “machista” o homem trabalha, sustenta a sua família, pode beber na rua e se não trair a mulher, é visto como otário na roda dos amigos, não é? Se ele transa na primeira noite, ele é o gostosão, o fodão... Não é mesmo? A “mulher decente” é aquela que passa, lava, cozinha, casou virgem e ainda tolera os gritos do seu marido, com o tamanho do vestido.

Gente ACORDA... Os tempos mudaram.

“Mas Joyce, se eu transar no primeiro encontro, ele não vai mais me querer. Vou matar a curiosidade dele.”

Quando o homem QUER ficar com você, não é o sexo que chama mais atenção dele (podem acreditar!), é a forma que você é com ele. O que faz o homem manter um relacionamento com você, é o que você representa pra ele. E o sexo, é um complemento. Se você sair com o cara na primeira noite e for bom (para ambos) pode ter certeza: ele vai e procurar mais uma vez. Nem que seja só por sexo, mas cabe a você conquistar o cara como mulher fora da cama e por cima dela.

Vou contar um segredo para vocês: Já transei no primeiro encontro. Já namorei homens que transei no primeiro encontro. Um deles, foi imediato. O outro, eu conquistei com o tempo. E os demais? Foi apenas uma troca de prazer, afinal, a mulher também tem o seu desejo sexual.

Hoje eu já tenho a mente aberta para falar sobre isso, pois para transar no primeiro encontro, a mulher tem que ter a consciência do que irá fazer. Pois no dia seguinte, pode “bater aquela bad” e ela se sentir um lixo. Eu já me senti assim, assumo. Mas com o passar do tempo, percebi que, o cara era o cara, que não teria “replay”. Foi uma péssima noite e pronto.

Isso não quer dizer que toda a mulher deve transar no primeiro encontro. Já teve casos que eu não quis. Não estava com vontade, é diferente. É por isso que eu digo: faça aquilo que quer fazer, sem se importar com a sociedade que impõe as regras, mas sabendo o que está fazendo. Pois o momento é bom, o amanhã só depende de você.




Conheça um pouco mais sobre a autora e colunista

Joyce Xavier, nascida no Rio de Janeiro, apaixonada por música e composições começou a escrever aos 16 anos.
Criou alguns blogs pela internet, mas somente após uma depressão se entregou às redes sociais, onde criou a sua Fan Page "A tal da Joyce Xavier" em Março de 2013.

Publicou seu primeiro livro em 2014 e neste mesmo ano criou a página e o projeto com o mesmo nome: Colorindo as Palavras, no qual rendeu-lhe um livro em co-autoria e no mesmo mês lançou o seu segundo livro que fala somente sobre amor: Encantos.
Em 2015 publicou a comédia romântica, livro que foi bem aceito e conta a história de Malu.
Seu último livro, chama-se A outra voz. São crônicas sobre suas dores e superações, além de ter um conto.

A escritora é universitária e cursa Gestão de Recursos Humanos, mas continua no caminho que lhe deu a cura e a vida: a escrita.
Seu próximo livro chama-se Tereza, um suspense em co-autoria com a escritora Juliana Daglio, com previsão para Junho de 2017. Em Dezembro deste mesmo ano, ela tem projetos no seu livro Juvenil, A menina da Saia Vermelha.
Atualmente Joyce trabalha na produção do livro "O Diário dos Trinta e Poucos Anos", a continuação do livro "O Diário dos Trinta anos" e já tem um livro pronto na gaveta "Depois da última lágrima", que é um livro de crônicas.

Já tivemos várias postagens da Joy por aqui - CLIQUE AQUI e reveja todas ❤


CONTATO: BLOG INSTAGRAM FACEBOOK TWITTER

Gostaram??? 
Então não sai sem deixar um recadinho!

Beijos

Joyce Xavier

Créditos:
*Texto de autoria de Joyce Xavier*
*Imagens da Internet*

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.