[Resenha] Perdida no Paraíso – Bhetys Oliveira

Olá, o blog anda devendo umas resenhas para vocês!! Mas posso dizer que estamos lotados de novidades! Muito livro bom que vem resenha por ai!!! Esse da Bhetys é um dos Imperdíveis!!
O Livro é maravilhoso amores!! Venha se entregar e ficar Perdida no Paraíso conosco!!
Resenha lacradora da Vandinha Costa, nossa fera, Yoda de Batom! (mestra das mestras VIPS desse Clube).
Segurem seus forninhos!

Perdida no Paraíso


Bhetys Oliveira
Ano: 2014 
Páginas: 352
Editora: Literatata 


Sinopse: Kristen Berkeley já não era mais a mesma. Após a morte de sua irmã gêmea, ela é mandada para morar com o pai em Nova York.
Longe de seu passado, tudo o que Kristen deseja é poder recomeçar sua vida e esquecer os verdadeiros motivos que lhe levaram até aqui.

No entanto, tudo muda quando ela conhece Landon Parker. Um jovem impulsivo e rebelde, que ver em Kristen algo mais do que uma simples conquista.

Perdida no paraíso é uma história de superação e recomeço, que vai mudar para sempre a vida desse casal, que terá que lutar contra todos os segredos que dificultam o tão sonhado Feliz Para Sempre.

RESENHA

Perdida no Paraíso conta a história de amor entre Kristen e Landon, e se diferencia de tantas outras por não ser apenas uma história de amor açucarada. Os personagens não são distantes de nossas realidades, perfeitinhos, onde tudo na vida dá certo e tudo sai como o esperado e com o tão conhecido final feliz.

Os personagens principais do livro, Landon e Kristen, são dois adolescentes que passaram por situações traumáticas em suas vidas. O pai de Landon havia abandonado a família quando ele tinha nove anos. A desestruturação da família fez com que Landon achasse que o amor era sinônimo de complicações, desencantos e dor. Isso, até conhecer Kristen.

Em seu círculo de amizades, Landon tinha fama de mulherengo e insensível, que não respeitava os

sentimentos das garotas que passavam por sua vida, e nem muito menos estava disposto a manter um relacionamento sério. Contentava-se em ser o mais disputado e o queridinho das garotas. Desde que conheceu Kristen, mesmo recusando-se a admitir, sentiu-se atraído por aquela menina tão diferente dos padrões das garotas que conhecia. Mas se ele podia ter qualquer garota que quisesse, então por que não conseguia parar de pensar em Kristen, que se mostrava tão indiferente a ele?

Kristen também não estava preparada para envolver-se com ninguém. Estava vindo de uma tragédia familiar, onde sua irmã gêmea, Kathy, sua maior amiga e confidente, morrera. Fora morar em outra cidade com seu pai, por decisão da mãe, que não suportava a sua presença, achando que ela era culpada pela morte da irmã. Ela precisava de um novo começo e apaixonar-se não estava nos seus planos. Apesar de considerar Landon um bad boy arrogante, não podia negar que ele era sexy e atraente. A cada encontro, sentia-se perdida e confusa em relação aos desejos que ele lhe despertava. Por medo de se ferir, lutava e recusava-se a ceder a tais desejos, até que, na noite da festa que Landon deu nos jardins de sua mansão, sai da festa desacompanhada, quase é estuprada e é salva por Landon.


 As impressões que um nutria pelo outro vão se transformando, e o relacionamento vai ganhando força. Nenhum deles jamais será o mesmo. A partir deste acontecimento, a história torna-se completamente viciante. É impossível parar de ler, pois é grande a curiosidade em saber como e quando acontecerá o próximo encontro, o próximo beijo, a próxima briga, a próxima reconciliação, a primeira vez de Kristen, a próxima surpresa, o conteúdo da carta que Kathy deixou com seu pai dias antes de morrer para que fosse entregue a Kristen (sem querer estragar a surpresa, posso adiantar que a carta revela como e porque Kathy morreu), sem contar também com as cenas “hots” da história, narradas pela autora de maneira impecável: sem apelações e exageros, com delicadeza, romantismo e muita, muita sensualidade.



O livro é narrado pelos protagonistas alternadamente, o que a princípio me deixou um tanto apreensiva. Normalmente essas narrações tornam-se repetitivas e cansativas, mas a autora conseguiu tornar a leitura agradável onde os acontecimentos, apesar de serem narrados sob o ponto de vista de cada um, têm como finalidade única esclarecer o leitor sobre o pensamento de cada personagem em relação aos fatos e suas emoções, sem repetições entediantes e desnecessárias.

O final do livro não traz o tão esperado “felizes para sempre”, até porque o livro tem continuação, ficando a expectativa de que a continuação traga um Landon e uma Kristen mais amadurecidos, revelando todos os segredos e mentiras que possam por fim ao relacionamento amoroso dos dois, lutando para superarem orgulhos, medos, culpas e desconfianças, conscientes de que o futuro deste relacionamento dependerá exclusivamente de quão bem eles lidarão com passado e suas capacidades de superação.


Não posso deixar também de parabenizar a autora, Bhetys Oliveira, por seu talento e criatividade. Perdida no Paraíso não é só mais um romance. É uma história de dor, de mágoas, de ressentimentos, de perdas e danos, de surpresas, de vida e de morte, de recomeços e de superação, sem contudo deixar de ser uma linda história de amor. Apaixonei-me pelos diálogos, pela narração atual e direta, pela polêmica, e pelos personagens com suas falhas e acertos, pois é a imperfeição dos personagens que faz com que nos identifiquemos tanto com história, tornando-a tão crível e surpreendente.



Querido leitor, você não pode se privar desta leitura. 
Super recomendo!
Bhetys, aguardo ansiosa pela continuação
Beijos até a próxima!!

Créditos:
Resenha: Vanda Costa
Imagens: Tiradas da Internet
Diagramação: Giuli