[Crônicas da Fê] Sobre como pessoas perfeitas são chatas



Sobre como pessoas perfeitas são chatas

Todo mundo conhece alguém assim: perfeito. Aquela pessoa que adora se gabar da vida maravilhosa que tem, de como é feliz, sorridente e que não existe nada que abale a perfeição do seu mundinho feliz e perfeito, tipo conto de fadas. E mais, essas pessoas sempre se acham motivo de inveja, porque claaaaaaaaaaaro que com uma vida tão perfeita ela seria alvo da inveja dos pobres mortais que são apenas imperfeitamente comuns.
Mas quer saber? Pra o inferno com essa perfeição inventada e que nas redes sociais ganha força!

Não se pode ser triste, ou ter raiva, ou sentir que a vida é uma droga. Porque as pessoas não sabem lidar com as lágrimas alheias, então elas sempre lançam aqueles conselhos inúteis sobre como você deve fazer para se sentir melhor quando estiver em um dia ruim. Vamos combinar que existem por aí uma série de “gurus pseudopsicólogos” que acham ter a fórmula para espantar a tristeza da sua vida.
Mas meus caros amigos, uma coisa precisa ser dita e entendida pela nossa sociedade hedonista: a tristeza é inata à condição humana! Existem emoções que nascem com a gente e sinto lhe informar, a tristeza é uma delas. Então, se você tem inveja desse seu amigo de vida perfeita, pare agora mesmo! Perfeição e vida real não combinam.

E vou lhes explicar o motivo: a vida REAL é confusa, bagunçada, cheia de altos e baixos, problemas e contas a pagar. Então me digam como diante de tudo isso exista de verdade alguém que seja perfeito?

Eis o segredo: elas não existem! São apenas ilusões criadas pela era das redes sociais em que o bonito é ser feliz a qualquer custo e TODOS OS DIAS DA VIDA! Não se permite chorar, sentir raiva ou ficar o dia inteiro no quarto sentindo pena de si mesmo. Nãooooo, isso é um pecado para o século XXI!

Só que a verdade é que as pessoas que aceitam a imperfeição da vida, que aceitam suas dores na mesma medida em que aceitam suas alegrias, essas sim conseguem ser felizes de verdade. Pois elas não esperam o dia ideal, a condição adequada, elas apenas buscam a felicidade com o que têm. E isso sim é ser feliz. Aceitar as dores, aprender com as tristezas e ser frágil é o que nos torna humanos melhores. Pessoas com histórias para contar e uma vida bonita para construir.


Então me perdoem as pessoas perfeitas, mas eu não sinto a menor inveja de suas vidinhas organizadas milimetricamente. Elas são tão ilusórias que um dia quando você se der conta, o castelo de cartas desabou.
Quer saber um segredo? Pessoas perfeitas na verdade são solitárias, pois elas precisam manter a pose da perfeição e esconder o que realmente sentem. Pois acredite: todo mundo tem seu dia de merdas da vida! Até os perfeitos.

E eu finalizo essa reflexão com uma música de Djavan que fala um pouco sobre essas pessoas perfeitas e quão tristes elas são. Da minha parte: sou imperfeita, com uma vida imperfeita e aceito as alegrias que tenho diante de qualquer dia ruim.

Triste é o cara

Que não sabe perder,

Que não sai de você,

Que nunca se superou.

Triste é aquele

Que’ inda não conhece avaria

Nada sabe do blues

Ignora à luz do dia.

Triste é o cara

Que de amor não morreu.

Como nada perdeu,

Até hoje não se achou!

Um destino

Tão banal,

Uma vida igual

Concedeu, arregou,
Sob o pânico da dor.


É... Djavan sabe o que diz! Um brinde aos imperfeitos, que tem sangue correndo nas veias e choram sorrindo.


ColaborAutora Fê Friederick Jhones
Eu sou uma apaixonada por histórias e pessoas, minha primeira escolha então foi a Psicologia, as palavras sempre fazendo meu mundo ter mais sentido, palavra cantada, escrita, falada, eu amo qualquer tipo de arte. Sou uma boba que chora com dramas de amor, amo finais felizes e clichês românticos, gosto de torcer por personagens que só existem na minha imaginação e passo horas em mundos variados, criando-os ou conhecendo-os pela voz de outros. Escrevo porque preciso e não saberia viver sem isso, artigos, reflexões, frases, contos, poesias, romances, todos os meus pedaços que dou ao mundo. Sou mãe de uma lady peluda que se chama Belle e tenho um marido lindo chamado Deivid Jhones, de quem roubei o sobrenome. Nasci na terra do acarajé, mas moro na cidade do bolo de rolo. Prazer, eu sou a Fê!

Contato nas Redes Sociais com a Autora:

FACEBOOK -  WATTPAD -  TWITTER - SKOOB -  SITE TDL -  COMPRE AQUI  


 

Gostou???

Comente e nos faça felizes!!!

Beijos
Fê Jhones


4 comentários:

  1. Amiga, que texto maravilhoso! Eu já disse que sou tua fã? rsrs ♥ A cada dia que passa, minha admiração por você só aumenta.
    Realmente não existe vida perfeita, e ninguém é feliz todos os dias da vida. Afinal, todos nós passamos por problemas, perdas, tristezas e etc.
    Como você mesma disse, "a vida REAL é confusa, bagunçada, cheia de altos e baixos, problemas e contas a pagar". Felizes são aqueles que conseguem lidar com tudo isso, sem perder o bom humor, a esperança, a fé e a alegria de viver.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seu texto. Porém lhe afirmo com certeza que não existem pessoas perfeitas. Tem quem pense ou se ache perfeita. Só isso. Perfeito só Deus,assim mesmo porque Ele não vive nesse mundo dos terráqueos como nós .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você não entendeu que usei o termo perfeitos de maneira irônica... Obrigada pela leitura!

      Excluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.