[RESENHA] A Caixa de Pássaros - Josh Malerman



Oiii pessoal...

Hoje estou vindo aqui trazer uma resenha daquelas de dar arrepios...
Um suspense de fazer qualquer marmanjo ficar Tenso e Assustado!
Estou falando do lançamento da intrínseca, O Livro “ A CAIXA DE PASSÁROS” do autor Josh Malerman...

Então lá vai, e espero que gostem...

A Caixa de Passáros

Obs: Se for hipertenso pare por aqui mesmo!

Sinopse: 
Em um mundo de recursos escassos, olhos vendados e um terror persistente, encarar os próprios medos é apenas o início da viagem.

Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.

Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

RESENHA


"Não olhe, aconteça o que acontecer não abra seus olhos..."


Assim que vi esse lançamento da INTRÍNSECA, essa frase abaixo que mais me chamou atenção e fiquei enlouquecida para ler... “Esse livro é para ser lido de uma só vez."


A história toda começa com algumas notícias de casos de “suicídios misteriosos” e “casos macabros” de enlouquecimento em massa,logo passa a se tornar uma notícia viral... Alguns apelidam de haraquiri, autoimolação e outros nomes...

Logo, isso toma rumos maiores, causando teorias da “conspiração”, vistas por alguns como “Absurdas” e Exageradas... Aparentemente a “EXPLICAÇÃO” seria de que as pessoas OLHAM para ALGO (E ninguém sabe o quê é esse ALGO, COISA, SER, ou seja, lá o que for! E isso provoca loucura imediata fazendo a pessoa tirar sua própria vida da maneira mais bizarra e assustadora possível).

Malorie, a personagem principal desse thriller, no inicio do livro permanece totalmente cética com relação aos casos... Ela vive com sua irmã Shanon e descobre que está grávida. Mas sua irmã está totalmente convencida de que “AS CRIATURAS” ou quer que seja, está vindo cada vez mais pra perto, assim toma medidas extremas colocando cobertores em todas as janelas e mantendo tudo fechado, as duas passam a maior parte do tempo isoladas dentro de casa, elas não podem ir lá fora...O Mal as espreita....

 NÃO É SEGURO OLHAR PARA ABSOLUTAMENTE NADA FORA DE CASA E OU FORA DAS JANELAS. Qualquer coisa pode representar a VISÃO DA MORTE.

O número de casos aumentam ainda mais e já há casos bem próximos, ali mesmo no seu próprio país, em cidades vizinhas... 
Até que um dia, até mesmo seus pais param de atender as chamadas das filhas e dar notícias, e elas não têm mais como ir até eles qualquer distância pode REPRESENTAR A MORTE DE AMBAS, NÃO É SEGURO! Então só resta REZAR E TORCER para só terem sido cortadas a linha do telefone (já que o mundo naquele momento já está em caos total e ninguém se arrisca a trabalhar ou sair de suas próprias casas)...

O ceticismo de Malorie chega ao fim quando ela se vê sozinha, Shanon se foi... E ela se vê grávida e por mais por que lutar, do que apenas sua própria vida...

Então ela responde um anúncio “ESTRANHO”, um lugar que oferece abrigo e proteção contra “O MAL”. Ela decide ir cegamente ao local onde é recebida por pessoas que estão tão apavoradas quanto ela mesma, ali ela faz vinculo de amizade e sobrevivência, todos se ajudam... Ali em meio a estranhos ela consegue levar seus dias, bem e pelo menos não está mais sozinha.... Está segura, não é? É o que ela esperava... Até que um dia uma batida na porta muda tudo...



Ministério da saúde adverte se você tem problemas cardíacos ou sofre de pesadelos, esqueça esse livro!

Esse livro te angustia e te assusta do começo ao fim...


A história é separada em duas partes, contadas genialmente ao mesmo tempo. Divide-se em: Malorie sozinha com duas crianças na casa tentando fugir, e antes de ela ficar sozinha, quando ela ainda era parte de um grupo dentro da casa. Tudo o que levou aquele momento assustador, onde ela se viu sozinha tendo que se virar com as duas crianças. Não conseguimos parar e largar esse livro até desvendar tudo... E ainda assim nos dá um sentimento de Pânico continuar a história e saber como terminou o livro, e principalmente saber as respostas à essas perguntas:

· Será que Malorie e as crianças vão sobreviver?

· Será que a loucura é mais forte que o instinto materno?

· Onde estão os outros e o que aconteceu com eles?

· O que são “AS COISAS”?...

· Como sobreviver sozinha e com duas crianças, em um mundo devastado onde para sobreviver temos que manter os olhos bem fechados?


São muitas, mas muitas perguntas mesmo que ficavam martelando em minha cabeça e reviravam meu estômago...

O livro é muito bem escrito, bem elaborado, com uma história aterrorizante e inovadora que te prende até a última página, mas não superou a todas as minhas expectativas... Quando chegar ao fim o leitor vai entender o que digo, (ou não...).


A pergunta que não quer calar...
Esse livro vale a pena ler? Claro que sim!!!

Esse é o livro de estreia do autor Josh Malerman e tem todos os ingredientes perfeitos para um bom suspense e se não me agradou totalmente, também não me deixou decepcionada...

Não cobraria demais de uma estréia, e por ser o primeiro livro dele... Nossa, ele tem tudo para se tornar um autor clássico no SUSPENSE/TERROR. Mas meus padrões são altos por isso a expectativa é grande... rsrsrsrs

Então minha classificação fica no MUITO BOM!

Mas, super-recomendo para quem quer sentir calafrios, angustia, tensão e medo!


Classificação: 



Techos Marcantes:



“É um blecaute, pensa Malorie. O Mundo, o exterior, está sendo desligado.”



“Seja o que for as nossas mentes não conseguem entender, Pelo que parece, as criaturas são como o infinito, algo complexo demais para nossas cabeças.”



“Como pode esperar que seus filhos sonhem em chegar as estrelas, se não podem erguer a cabeça e olhar para elas?!”


“ Não há maneira melhor de lembrar do horror desse novo mundo do que ver Tom e Jules se preparando daquele jeito para atravessar o quarteirão... Armados e vendados eles parecem soldados em uma luta encenada”.

“Sempre supus que o fim viria da nossa própria estupidez.”

“Você esperou quatro anos porque aqui, nessa viagem, neste rio, onde loucos e lobos a espreitam, onde as criaturas podem estar por perto, neste dia você terá que fazer uma coisa que não faz mais há muito mais que quatro anos... ABRIR OS OLHOS”.

Book Trailer:

Então é isso meus amores, espero que tenham curtido, como eu curti escrever essa resenha para vocês...
Não se esqueçam de comentar e deixar suas críticas, opiniões e se merecermos, seus elogios também!

Beijos até a próxima!!!