[ColaborAutoras] Resenha Internacional: Crash Livro 1 da Trilogia homônima de Nicole Williams @EditoraPlaneta

Olá Gente linda.

Hoje temos Resenha Internacional de Crash Livro 1 da Trilogia homônima de Nicole Williams!!!

Eu sou a Ingrid, ColaborAutora fofa do Clube do Livro 


Crash

Ano: 2017 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Essência



Sinopse

Para a adolescente Lucy, nada é mais importante que o balé. A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem. Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela garota certinha é obrigada a mudar de escola. E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e Inseguranças, que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma toca de lã na cabeça. Jude, o maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, e talvez até o genro que todo pai pediu a Deus... se não tivesse sido preso várias vezes e não morasse num abrigo para garotos desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros: o mais importante é o que Jude sente por ela. E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão. “Jude era a doença para a qual eu não via cura. A droga da qual eu não queria me livrar nunca. ” LUCY


Nicole Williams


Biografia

Eu sou uma mulher, uma mãe, uma escritora. Eu comecei a escrever porque eu adorei e eu ainda estou escrevendo porque eu adoro isso. Eu escrevo jovem adulto, porque eu ainda acredito no amor verdadeiro, espíritos afins, e finais felizes. Aqui é para manter-se jovem no coração * levanta * copo de champanhe. . . e se junta a mim?

Resenha




“Até hoje, nunca encontrei ninguém que pudesse chegar aos pés do Príncipe Encantado.”




A adolescente Lucy Larson tinha certeza de que encontraria o Príncipe Encantado do mundo moderno. E, apesar de acharem que era antiquada, tratava-se apenas de uma romântica incurável. 

Nunca havia encontrado alguém que chegasse aos pés do Príncipe Encantado, até que no final daquele verão, enquanto caprichava no bronzeado na praia do Lago Sapphire, algumas semanas antes de começar o último ano na escola nova, Lucy conheceu um Príncipe Gostoso. Ele chegou com vários amigos e ficou jogando bola com eles, enquanto ela o observava atentamente. 


“Eu não sabia o nome dele, não sabia se tinha namorada — e não sabia se queria uma —, mas eu sabia que estava encrencada. Só quando o jogo acabou e ele olhou para mim, pude ter uma ideia do tamanho da encrenca.”


Durante um pequeno acidente, que Lucy acreditava ter sido intencional, ele caiu sobre ela. Então, descobriu que se chamava, Jude Ryder, o qual fez questão de declarar que não namorava, não se envolvia em relacionamentos, não mandava flores e não telefonava, caso não fizesse questão de nada daquilo, talvez pudessem ter alguma coisa. 

Portanto, Lucy armou-se de toda a sua impetuosidade e o dispensou. Isto, porque ele não era apenas um problema, era uma problema com uma pitada de perigo e muita dor de cabeça. 


“Eu não ligava para estereótipos, mas sabia que o caminho de Jude e o meu nunca se cruzariam — a menos que um de nós se rendesse ao outro, literalmente.”


No entanto, apesar de a intuição de Lucy dizer para se afastar o máximo possível de Jude, alguma coisa dentro dela resistia e se recusava a ouvir. Alguma coisa queria Jude em sua vida, independentemente das consequências ou do desfecho da história. 


“... no dia em que meu pai se transformou num introvertido com sérias dificuldades, no limite da loucura, perdi a mulher que costumava colocar na minha lancheira guardanapos de papel assinados com “ mamãe”.”


Houve um tempo em que Lucy e seus pais não se preocupavam com dinheiro, mas, depois que o império comercial de seu pai desmoronou, as economias se foram e coisas como segunda casa e viagem de férias para a Europa se tornaram luxos do passado. A mãe dela era arquiteta e o que ganhava era o suficiente para mantê-los, mas não sobrava nada. Fazia cinco anos que apenas cumpriam a rotina. 

Assim como ela, Jude também precisava lidar com situações difíceis. Ele foi abandonado pela mãe e afastado do pai, logo acabou sendo preso várias vezes e passou a morar em um abrigo para jovens desajustados. 

O maior objetivo da vida de Lucy era se tornar uma bailarina profissional, enquanto o maior objetivo da vida de Jude era sobreviver. Diante disso, para viver um amor impossível, os dois precisariam lutar contra algumas barreiras impostas em seu caminho. Todavia, um segredo devastador pode acabar de uma vez por todas com o que sentem um pelo outro. 


“Os lábios dele tocaram os meus antes que eu pudesse pensar no que havia dito. Eram tão poderosos quanto as mãos, mas igualmente gentis, ao mesmo tempo. Ele os entreabriu, e seu gemido vibrou em meu peito. Sem pensar se devia ou não, passei uma perna por cima dele porque, além de qualquer pensamento racional, eu não conseguia me aproximar dele o suficiente.”


Uma versão moderna de Romeu e Julieta, que envolve paixão e conflitos de forma instigante e arrebatadora. Narrado em primeira pessoa pela perspectiva da protagonista, Lucy, torna a trama ainda mais profunda e intensa. 

A escrita da autora é leve, fluída e ritmada. Os personagens são muito bem construídos. 

A capa é linda, delicada e romântica, remete diretamente ao enredo. A diagramação é fofa e a revisão exemplar. 

Dou cinco estrelas e recomendo para quem ama um bom clichê!!!

Ingrid M. SNascida em 03 de outubro de 1993, é formada em Design de Moda, mora com o marido em uma cidade pequena e muito pacata no interior de Santa Catarina. Ama escrever desde criança, mas somente em 2014, resolveu publicar algo através do Wattpad.


É sonhadora, criativa, detalhista e muito teimosa, uma viciada em livros e chocolate, simplesmente apaixonada por dias frios e chuvosos. Gosta muito de 
desenhar, assistir comédias românticas e seriados. 



CONTATO: FACEBOOK - SKOOB - WATTPAD  - AMAZON

Gostou dessa postagem??? Quer mais??? Que tal me enviar dicas superlegais sobre seus autores (a) favoritos, livros, séries, filmes, músicas, livros, entre outros assuntos? Deixem suas sugestões nos comentários...

Beijinhos Ingrid







Nenhum comentário:

Postar um comentário


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.