[Meu Amigo Kindle] Resenha: Alguém como você (Aparências livro 1) - F. P. Rozante!!!

Olá Gente linda.

Hoje temos Resenha de Alguém como você (Aparências livro 1) da autora F. P. Rozante!!!

Eu sou a Ingrid, ColaborAutora fofa do Clube do Livro.

Alguém como você




Sinopse


Eu sempre observo a maneira como ele mantém um sorriso arrogante nos lábios, sendo o centro das atenções, em toda sua glória, absolutamente lindo. Eu posso ver como seus amigos o invejam, como sua reputação é importante. Eu fico imaginando como seria se soubessem que sua melhor amiga não é deste mundo de negócios, muito menos uma linda mulher influente e de classe. Como seria se eles soubessem que seu verdadeiro eu, é tão diferente daquele que ele insiste em mostrar? Mas neste mundo eu sei onde é meu lugar porque ele sempre deixou bem claro as limitações... O problema é que nem sempre a razão vence as emoções.

Em meio a um mundo de aparências e capitalista, poderá o verdadeiro amor sobreviver?
Melissa e Ricardo estão à beira de descobrir qual o limite da tolerância. E você, até que ponto chegaria por amor?






F. P. Rozante



Biografia


Nascida em 27 de abril de 1990, F. P. Rozante é contadora por profissão e escritora de coração. Apaixonada por leitura e escrita desde criança, descobriu nos livros seu refugio, cura e o caminho para autoconhecimento. Incentivada pelas amigas a perder o medo e a vergonha e compartilhar com os demais suas estórias decidiu criar coragem e passou a publicar capitulo por capitulo e hoje vê seu sonho sendo realizado com a publicação de seu romance Minhas Para Proteger.

Contato


Resenha 





Melissa, Mel, tem 25 anos de idade, é uma jovem guerreira, determinada e sonhadora, que trabalha como professora, e faz alguns bicos como garçonete em eventos para conseguir uma grana a mais, principalmente na casa dos Belmonte, onde sua mãe, Ellen é governanta e seu pai, Nelson é jardineiro.

Ricardo Belmonte, Rick, tem 28 anos de idade, é o filho mais velho dos Belmonte, o garoto de ouro da família, por quem Mel sempre foi apaixonada, mas não sabia se ele a correspondia. Contentando-se em ser apenas sua melhor amiga em segredo, já que os pais dele e sua irmã mais nova Anabel, uma garota fútil e mesquinha, não aprovavam essa aproximação, por pertencerem à classes sociais muito diferentes. 

“Quando era garotinha costumava sonhar com um mundo onde houvesse justiça e igualdade. A cada amanhecer eu receberia um abraço apertado do sol, onde todos poderiam caminhar lado a lado sentindo a brisa suave do entardecer balançando meus cabelos e ao cair da noite, a lua me presentearia com um brilho suave de esperança, recolhendo meus sonhos, e os levando para aquele que poderia realizá-los.” 

Mel sempre aceitou essa condição deles, pois era o único jeito de ficar perto de seu amor, e mesmo que as ações de Rick diante de sua família e de seus convidados a magoassem, pela frieza com que ele se portava e pelo preconceito da sociedade com ela. Tinha o apoio de sua melhor amiga e companheira de apartamento, Sara, que sempre conseguia fazer com que se sentisse melhor, mais confiante, agindo como irmãs, protegendo-se e comprando uma à briga da outra. 

 “— Senti sua falta, branquinha.
Minha respiração vacilou por um momento. Como acontecia todas as vezes tentei não interpretar a pequena frase dita por ele de maneira errada. Para evitar me constranger e gritar, eu também optei pelo silêncio.”

Rick estava fadado a assumir uma posição importante na empresa do pai, e desistir de seu sonho de cursar Publicidade, principalmente porque a situação atual não era nada boa, corriam risco de falência se nada fosse feito com urgência. Tudo isso devido a uma safra ruim no ano anterior, provocando inúmeros processos judiciais. Estava nas mãos dele a responsabilidade de reerguer o patrimônio da família, e para isso acontecer, algumas decisões dolorosas precisariam ser tomadas, uma delas envolvia ferir profundamente Mel, a mulher da sua vida, o que cortava seu coração.

“Acho que por isso me doía tanto observar. Eu sabia que esse dia chegaria, o dia em que ele seguiria em frente e se estabeleceria com uma jovem bem-nascida. Eu só não estava preparada para que esse dia chegasse tão cedo.”

A única saída viável no momento era estabelecerem laços com os Velásquez, com quem seu pai havia decidido fechar negócio, dividir uma parte da empresa, que Sophie Velásquez assumiria, e para isso, Rick precisaria tratá-la cordialmente, se rebaixar a suas vontades, concordar com as ameaças. 

 “... passei a maior parte da minha vida adulta desejando que, de alguma forma, ele viesse em meu socorro: brigando com sua família, assumindo que éramos amigos ou, quem sabe, dizendo que me amava.”

Mel estava disposta a seguir em frente, mesmo que isso doesse muito, precisava buscar sua felicidade, parar de sofrer por Rick, de observá-lo de longe alimentando sonhos. Logo, com o retorno de seu amigo Elton, que não via há dois anos, advogado dos Velásquez, recebe uma proposta para lhe dar uma chance de ajudá-la a esquecer de seu amor de uma vez por todas. Mel se vê profundamente abalada, confusa, porém, decidi se arriscar.

Rick não reage bem a isso, odeia Elton com todas as suas forças, mas não pode fazer nada, pois ele mesmo a afastou, fez a sua escolha, mesmo que doesse muito ver aquela por quem se descobriu apaixonado, nos braços de outro.

— Não desista de mim, Mel. Não me abandone, por favor. Eu preciso de você. Da nossa amizade. Tudo que sempre tivemos, os anos que passamos juntos.”

Ambos se sentem divididos por suas obrigações e por seus sentimentos, e muitas reviravoltas acontecem ao decorrer da história. Me surpreendi muito, me emocionei, sorri, encantei, tive o coração dilacerado por tantas emoções intensas. A questão do preconceito, o jogo de interesses, o quanto isso pode determinar a vida de uma pessoa, isso foi muito bem trabalhado. 

Narrada em primeira pessoa, intercalando entre os pontos de vista dos protagonistas, Mel e Rick, ampliou a visão do leitor. Os personagens são cativantes e muito verdadeiros, a Sara se tornou minha queridinha, estou sem palavras para descrever o quanto ela me tocou, simplesmente incrível.

A escrita da autora é deliciosa e envolvente, me prendeu do início ao fim, fazendo com que eu devorasse o livro em poucas horas, e ao finalizar a leitura, senti um aperto no peito de saudade. Ansiosa pelos próximos livros da série Aparências.

Adicionei a minha lista de favoritos do ano, dou cinco estrelas e recomendo!




Ingrid M. SNascida em 03 de outubro de 1993, é formada em Design de Moda, mora com o marido em uma cidade pequena e muito pacata no interior de Santa Catarina. Ama escrever desde criança, mas somente em 2014, resolveu publicar algo através do Wattpad.


É sonhadora, criativa, detalhista e muito teimosa, uma viciada em livros e chocolate, simplesmente apaixonada por dias frios e chuvosos. Gosta muito de 
desenhar, assistir comédias românticas e seriados. 



CONTATO: SITE  - FACEBOOK -  GRUPO NO FACEBOOK - SKOOB - WATTPAD  - AMAZON

Gostou dessa postagem??? Quer mais??? Que tal me enviar dicas superlegais sobre seus autores (a) favoritos, livros, séries, filmes, músicas, livros, entre outros assuntos? Deixem suas sugestões nos comentários...

Beijinhos Ingrid




















7 comentários:

  1. Aiiiii meu coração perdeu uma batida. Que resenha linda. Muito obrigada pelo apoio, carinho e palavras que me deixaram emocionada e feliz. Mel e Rick são importantes na minha vida e você captou certinho o que eles tinham para transmitir. Beijoooos.

    ResponderExcluir
  2. Que fofura gente!Eu lembro de ter visto essa capa em algum lugar mas ainda não sabia muito sobre a história e amei!!! achei a história desses dois muito interessante fiquei bem curiosa para ler. parece ser daqueles livros que nos deixam com uma depressão literária quanto chegamos no final.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ingrid! Que resenha linda! Nossa, eu fiquei triste por saber que as barreiras sociais impendem esse amor de acontecer. Infelizmente, isso ocorre na vida real. Espero que a história tenha um final feliz. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. No momento estou fugindo de livro de romance, em especial, desses meio clichés. Não gosto dessa palavra, mas é o que usamos para romances tradicionais. Porém, a resenha ficou muito boa, e dá vontade de ler. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Olá, já tinha visto essa obra, reconheci pelo nome na verdade, mas nunca havia lido nenhuma resenha. Gostei bastante da temática, mesmo eu não sendo muito fã de romances.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Simeia Silva10/05/2016 16:47

    Oiee, tudo bem?Ainda não conhecia esse livro e gostei muito da premissa, é bem aquele tipo de romance delicia que adoro ler. Se conseguir farei a leitura com certeza.

    bjs

    ResponderExcluir


Algumas regrinhas:

. Terminantemente proibido qualquer manifestação preconceituosa, racista, homofóbica e etc.. Respeito em primeiro lugar sempre.
. É claro que se você me seguir, eu vou lhe seguir, só dizer que seguiu no comentário e colocar seu link (não só segui me segue de volta, ok?)

Obrigada por comentar... a sua presença é muito importante para nós.

Volte sempre ^^

Clubenetes.